Conteúdo Patrocinado

Política

Dois meses após habeas corpus, goleiro Bruno pode voltar para a prisão

0
COMPARTILHE

Os dias de liberdade do goleiro Bruno podem estar contados. Rodrigo Janot, procurador-geral da República, enviou um parecer ao Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo a revogação da decisão do ministro Marco Aurélio Mello, que soltou o atleta em fevereiro deste ano, após quase sete anos de reclusão.

Leia mais notícias de Esportes no Portal Correio

Segundo Janot, o julgamento está demorando para ser analisado em segunda instância devido à própria defesa de Bruno, que está retardando o processo. O habeas corpus concedido por Mello deu ao atleta o direito de aguardar o julgamento do processo, que o condenou a 22 anos e três meses de prisão, em liberdade.

Bruno é acusado de assassinato e ocultação de cadáver da modelo Eliza Samudio, sua ex-namorada, e sequestro e cárcere do filho, Bruninho, fruto do relacionamento com Eliza. Depois que deixou a prisão, o goleiro assinou contrato com o Boa Esporte e vem defendendo o clube nas partidas da Segunda Divisão do Campeonato Mineiro.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078. 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas