Dono de lanchonete ? morto em CG; ele tinha sido preso por assassinato de travesti

26
0
COMPARTILHE

O proprietário de uma lanchonete da cidade de Campina Grande foi assassinado com um tiro no peito na madrugada desta segunda-feira (9), durante confusão envolvendo cerca de 30 pessoas.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Segundo a Polícia Militar, o crime aconteceu por volta das 4h40, no estabelecimento que fica no bairro da Prata, próximo ao Açude Novo. A vítima chegou a ser socorrida para o Hospital de Emergência e Trauma da cidade, mas não resistiu aos ferimentos e morreu minutos após dar entrada na unidade de saúde.

Em 2011, o proprietário da lanchonete foi apontado como um dos envolvidos na morte de um jovem de 24 anos. A vítima era homossexual e trabalhava como garoto de programa. Ele foi atingido por 32 facadas no momento em que chegava a casa onde morava no Centro de Campina Grande.

As câmeras de monitoramento de trânsito captaram o momento do crime e o caso ganhou repercussão nacional. Familiares do jovem disseram que um dos homens que apareciam nas imagens era o comerciante. Ele foi preso por força de mandado de prisão, mas, no decorrer das investigações, foi constatado que o dono da lanchonete tinha sido confundido com o irmão, que foi preso e confessou o crime. O comerciante então foi liberado. 

O Portal Correio tentou contato com a delegada Tatiana Matos para saber o que teria motivado a confusão na lanchonete e se a morte do proprietário pode estar ligada a uma possível vingança pelo assassinato do jovem homossexual, mas as ligações não foram atendidas. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas