Drone vai monitorar rio que corta a Para?ba e RN, alertando sobre secas e enchentes

0
COMPARTILHE

A bacia hidrográfica do rio Piancó-Piranhas-Açu, que percorre e abastece cidades da Paraíba e do Rio Grande do Norte, vai passar a ser monitorada, a partir de janeiro, por drones. A iniciativa vai servir para detalhar as principais características da bacia, como o curso do rio e as condições da vegetação. O objetivo do projeto é ajudar na previsão de eventos extremos, como enchentes e secas.

Leia também:

* Sem chuvas, Paraíba pode enfrentar colapso de água no segundo semestre de 2016;

* Seca causa colapso na PB; população participa de missa e “clama por água”

O drone vai ser operado através de uma parceria entre a Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa), a Empresa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn) e a Universidade Federal do Rio Grande Norte (UFRN).

Leia mais Notícias no Portal Correio

A tecnologia do drone vai utilizar sensores infravermelhos para fazer mapeamento e monitoramento hidrológico.

“O aparelho é uma plataforma aérea sofisticada. Ele já decola com uma rota de voo previamente definida e tem capacidade para transportar diferentes sistemas de captura de imagens”, destacou o gerente executivo de Monitoramento e Hidrometria da Aesa, Alexandre Magno.

A bacia do Piancó-Piranhas-Açu nasce em Piancó, no Sertão paraibano, a 392 km de João Pessoa, e desemboca próximo ao município de Macau, no Rio Grande do Norte.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas