Duro golpe

14
COMPARTILHE

O programa do PT
que vai ao ar nesta quinta-feira, com a presidente Dilma Rousseff e o
ex-presidente Lula, era para ser um passo na direção a recuperação da imagem dos
petistas. Pode se transformar em mais um constrangimento, pois a nova etapa da
operação Lava Jato, com a prisão do ex-ministro José Dirceu, complicou ainda
mais a situação do partido, da governante e do seu antecessor.

Ao justificar a
prisão de José Dirceu, o procurador Carlos Fernandes dos Santos foi direto: a
Lava-Jato chegou a um dos chefes do esquema montado na Petrobras. Quem são os
outros? Ele admitiu que “há investigações em andamento, grande parte em
sigilo”. Não descartou que até o ex-presidente Lula venha a ser investigado.

Pelas
repercussões futuras, é importante reproduzir sua fala sobre José Dirceu: “Ele
é uma das pessoas que decidiu pela criação desse esquema. O DNA, como afirmou o
ministro Gilmar Mendes, é o mesmo do Mensalão”. Nem a condenação e prisão do
ex-minsitro teriainibido sua atuação nos negócios da Petrobras. “Foi um desrespeito
às instituições nacionais, especialmente ao STF”.

A situação do PT
e de José Dirceu pode piorar, pois Renato Duque 
o ex-diretor de Engenharia e Serviços que indicou para a Petrobras,
negocia delação premiada e promete entregar provas novas. Ele teria condições
de esclarecer tudo sobre o comando do esquema.

Como Dirceu era
uma espécie de super-ministro, e  com
tantos dirigentes do PT presos ou já condenados pelo Mensalão, não é
impossível, mas fica difícil acreditar que todos atuaram à revelia do comando
maior. Se não sabiam,Lula e Dilmaainda podem ser responsabilizados por uma
omissão que levou o país a uma grave crise, cuja conta está sendo paga pelos
cidadãos.

E tudo isso vem
à tona na véspera do programa do PT, com penalaço já anunciado, e há 12 dias de
uma manifestação nacional convocada por movimentos populares que agora recebem
apoio de partidos na oposição. Os novos fatos vão estimular a participação e a
repercussão no Congresso Nacional será proporcional ao tamanho das multidões
nas ruas em todo o país.

É um duro golpe.
No momento, não tem luz no fim do túnel. Tem previsão de reação em cadeia.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas