Em áudio, secretário diz que governo não cederá a pressões e não dará reajuste salarial

10
0
COMPARTILHE

Um áudio que circula nas redes sociais revela o secretário de Comunicação do Estado, jornalista Luis Torres, sustentando que o governador Ricardo Coutinho (PSB) não cederá a eventuais pressões de agentes penitenciários e conceder reajuste salarial à categoria. Ele critica diretamente os governadores de Alagoas, renan Filho (PMDB) e do Ceará, Camilo Santana (PT) por terem cedido às pressões dos agentes. “Abaixaram as calças e deram reajuste”, dispara Torres. 

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

Ele confirmou o diálogo, em entrevista ao programa Correi Debate, da 98FM de João Pessoa, e disse que reafirma o conceito geral do que está sendo a crise econômica do país. O secretário argumenta que está no seu papel constitucional de se antecipar ao gerenciamento de crise.

No áudio, Luis Torres diz que a ordem é jogar duro com os servidores e bloquear qualquer tipo de negociação salarial com os agentes penitenciários. De acordo com o secretário, o governador não quer nem ouvir falar no assunto, por conta da crise financeira vivida pelo Estado. 

Segundo Luis Torres, diferentemente de outros estados, a Paraíba não tem condições de dar aumento a ninguém. No áudio, o secretário cita a recomendação de Wagner Dorta, titular da Administração Penitenciária, para que seja articulado um movimento que possa transferir para os agentes a responsabilidade por eventuais prejuízos causados por uma greve. Torres ainda pede que os interlocutores estudem uma forma de “desestimular os enxeridos daqui”.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas