Em v?deo, C?ssio Cunha Lima relata momentos de tens?o na Venezuela

9
0
COMPARTILHE

Na missão de solidariedade às famílias de presos políticos à Venezuela, nessa quinta-feira (18), os senadores brasileiros que estiveram no país relataram que vivenciaram momentos de tensão ao desembarcar no aeroporto de Caracas. Em vídeo postado no Facebook, o senador Cássio Cunha Lima denunciou que a estrada foi bloqueada por militantes da ditadura no momento em que a comitiva iria passar e que eles não conseguiram avançar mais que dois quilômetros do aeroporto. Cássio lamentou a omissão do embaixador do Brasil que, segundo ele, “fugiu” e deixou os senadores “na mão”.

Leia também: Senado e Câmara criticam ataques a políticos brasileiros na Venezuela

 

“Na prática nós não conseguimos sair do aeroporto, não andamos mais que dois quilômetros. Nossa van foi cercada por manifestantes do governo, que nos hostilizaram, bateram no vidro, jogaram pedras. As estradas todas bloqueadas, não conseguimos sequer chegar a Caracas para depois ir ao presídio”, relatou.  

 

O ônibus, que transportava a comitiva de oito senadores brasileiros, foi apedrejado por manifestantes favoráveis ao governo de Nicolás Maduro. Os parlamentares também foram alvo de ofensas e hostilidades. Além de prestar solidariedade a presos políticos o grupo foi pedir a marcação das eleições legislativas no país. 

Leia mais notícias de Política no Portal Correio 

Depois de se encontrarem com as mulheres de presos políticos que pretendiam visitar, os senadores saíram do ônibus rumo à prisão. Cercados por manifestantes simpatizantes do governo venezuelano, que bateram na lataria e apedrejaram o veículo, foram obrigados a voltar ao aeroporto e retornar ao Brasil.

A líder oposicionista María Corina Machado disse através do twitter que “em menos de 3 horas, os senadores brasileiros já sabem o que é viver sob a ditadura na Venezuela”. Já Lilian Tintori, ativista e esposa do líder político Leopoldo Lopez, que se encontra em greve de fome, agradeceu a visita de solidariedade dos senadores brasileiros.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas