Empresas de serviços ambientais são suspeitas de fraudes e irregularidades na Grande JP

12
0
COMPARTILHE

Duas empresas de serviços ambientais foram alvos de uma operação denominada ‘Descarte’, comandada pela Polícia Civil da Paraíba, Ministério Público e Instituto de Polícia Científica, na manhã desta quinta-feira (1º), na cidade de Santa Rita, na Região Metropolitana de João Pessoa. As empresas são suspeitas de fraudes em licitações públicas, utilização de documentos falsos, desvios de recursos públicos, crimes ambientais e outras condutas criminosas, conforme informou o delegado Lucas Sá, titular da Delegacia de Defraudações de João Pessoa.

Leia mais Notícias do Portal Correio

O delegado revelou que há pelo menos nove anos as empresas, pertencentes ao mesmo empresário, vêm agindo de forma criminosa na Paraíba. Nesse tempo, já teriam faturado cerca de R$ 9 milhões. Segundo a Polícia Civil, as duas empresas têm contrato com mais de 30 prefeituras paraibanas.

Lucas Sá explicou que esta é a primeira fase da “Operação Descarte”, onde deverão ser cumpridos cinco mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Criminal de Santa Rita. Desses mandados, dois mandados são para recolher documentos nas sedes das empresas, situadas em Santa Rita e no Centro de João Pessoa, dois mandados nos endereços pessoais dos proprietários das empresas e um mandado de busca a ser cumprido na sede de uma Olaria situada em Santa Rita.

“Na Olaria, encontramos um amontoado de lixo hospitalar. Isso é um crime. São descartes contaminados que podem prejudicar a saúde e o meio ambiente. Encontramos aqui um elevado grau de contaminação e risco epidemiológico, com possível contaminação do lençol freático do Rio Paraíba, que corre às margens do terreno em que se situa a olaria”, explicou Lucas Sá.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br,
siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas