Empres?rio assaltado em JP mostra em v?deo que 190 n?o atende; Estado explica

4
0
COMPARTILHE

O empresário de João Pessoa, Hélio Fernandes, usou o Facebook para dizer que teve o carro tomado em assalto no bairro do Bessa, nesse domingo (23), mas não conseguiu ajuda porque o telefone de emergência da Polícia Militar, 190, não foi atendido. Ele gravou o problema em um vídeo e fez a postagem no Facebook; assista aqui. O secretário de Segurança da Paraíba reconheceu que há falhas no serviço, mas disse que está apurando.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Hélio disse que fez a gravação enquanto estava na delegacia de Tambaú, na Capital e questiona a funcionalidade do 190. Além disso, ele reclama que a delegacia não tem equipamentos que permitam comunicação com o Ciop.

“Hoje fui mais uma vítima da insegurança que assola o nosso estado. Estávamos eu e minha noiva chegando na casa da minha sogra, no bairro do Bessa, para almoçar quando fomos abordados por dois meliantes armados que nos mandaram descer do carro em plena luz do dia, o cidadão colocou a arma na minha cabeça e pediu que eu o entregasse uma corrente de ouro que eu estava. Entreguei tudo sem nenhuma reação e eles foram embora com o carro. Os bens materiais se reconquistam, o carro tem seguro e agora está nas mãos do entes competentes encontra-lo.

O que mais me revolta é o fato de que o incidente ocorreu por volta das 13h, desde então estava tentando ligar para o 190 que só fazia chamar chamar e não atendia, imagino e me coloco na pele de alguém que esteja de fato precisando de uma ação efetiva da polícia. Tive que passar por 2 delegacias para poder conseguir fazer um Boletim de Ocorrência, e ai eu pergunto? Que situação é essa que vivemos? Um direito básico do ser humano, de ir e vir, está sendo tomando por bandidos que sabem da nossa fragilidade enquanto civis, e com uma arma na mão fazem o que bem entendem, e nós que pagamos nossos impostos, cumprimos com nossos deveres, ficamos aprisionados, reféns do medo. Até onde isso tudo vai? Onde tudo isso vai parar?”, postou Fernandes no Facebook.

Empresário utilizou o Facebook para protestar

Foto: Empresário utilizou o Facebook para protestar
Créditos: Reprodução

Respostas

O 190 é o telefone do Centro Integrado de Operações Policiais da Polícia Militar (Ciop) e deve funcionar 24 horas para receber chamados de emergência da população.

O programa Correio Manhã desta segunda-feira (24), da Rede Correio Sat, testou o 190 (PM), 191 (PRF) 192 (Samu), 193 (Bombeiros) e o 197 (Polícia Civil), números de emergência gratuitos para a população, mas nenhum dos telefones foi atendido, após várias tentativas.

O secretário de Segurança do Estado, Cláudio Lima, responsável pelos 190, 193 e 197, entrou no ar no programa e reconheceu que os telefones de emergência da Segurança Pública têm problemas, mas que o Estado está investindo recursos para resolvê-los. Ele explicou que recebeu o vídeo do empresário e está investigando para saber o que aconteceu com o atendimento.

Lima não comentou sobre a falta de comunicação entre a delegacia e o Ciop, relatado pelo empresário no vídeo.

A PRF informou durante a manhã que os números estavam congestionados devido às manifestações que ocorreram em vários pontos da Paraíba nesta segunda-feira (24).

Até o fechamento desta matéria, nenhum responsável pelo Samu da Capital foi encontrado para comentar o teste feito pelo Correio Manhã também com o 192.

Soluções

No programa do governador reeleito, Ricardo Coutinho (SPB), há a proposta de informatização e modernização dos sistemas de atendimento das polícias.

O governador propõe integrar os órgãos operativos da Secretaria Estadual de Segurança, que são Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar e Polícia Civil, além de articular com outras secretarias e demais órgãos do sistema criminal (Pode Judiciário, Ministério Público e Defensoria Pública).

Clique aqui para relembrar o plano de governo de Ricardo Coutinho para a gestão 2014-2018.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas