Espetáculo sobre João Pessoa encerra temporada na Usina Cultural da Energisa, em JP

5
0
COMPARTILHE

O espetáculo teatral “De João para João”, em cartaz desde o início do mês na Usina Cultural da Energisa, chega ao fim de sua temporada e terá sua última apresentação neste domingo (31), a partir das 19h. Os ingressos serão vendidos no próprio local a partir das 18h, ao preço de R$ 30 (inteira) e R$ 15 (estudante).

Leia mais notícias de Entretenimento no Portal Correio 

A peça foi apresentada em cidades como Campina Grande, Guarabira e Pombal, e também vem sendo apresentada para estudantes em sessões privadas nas escolas, em virtude da abordagem histórica.

Já com duas temporadas na capital desde a sua estreia, a peça vem atraindo um grande público e chamando atenção pela abordagem histórica do assassinato de João Pessoa e suas consequências na história do Brasil. É uma peça com dois atores em cena, durante toda a ação, que representam os personagens de João Pessoa e João Dantas no momento daquele assassinato na cidade de Recife, em 26 de julho de 1930.

Tarcísio Pereira, que faz o papel de João Pessoa ao lado do ator Flávio Melo (João Dantas), é também autor e diretor do espetáculo e resume a reação do público como bastante positiva:

“Trouxemos para a cena um momento da nossa história que foi além de um mero fato político na Paraíba, mas que extrapolou as fronteiras do estado e chegou a deflagrar um movimento nacional que derrubou dos presidentes da República, a partir da morte de João Pessoa. Isso está atraindo um bom público e gerando uma excelente repercussão por parte de quem vem assistindo, algumas pessoas estão, inclusive, voltando”, diz o diretor.

De acordo com a direção, as ações do espetáculo não pairam apenas no enfoque histórico-político, mas no “sentimento profundamente humano dos dois personagens, com uma carga de emoção que reúne uma bela trilha sonora, iluminação e cenografia trabalhados em detalhes e com muito respeito aos aspectos da época”.

A peça tem trilha sonora original composta pelo maestro e compositor Eli-Eri Moura, da Universidade Federal da Paraíba, com quem Tarcísio Pereira também vem trabalhando em parceria numa ópera que estará na programação cultural das Olimpíadas 2016. Além de Eli-Eri, constam na ficha técnica os nomes de João Batista Mendonça (Iluminação); Bruno Fonseca (operação de áudio); Antonio David (fotografia cênica); Cristovam Tadeu (na produção de Arte Visual), e Claudevan Ribeiro (na coordenação técnica).

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas