Fábio Carille é sondado por rivais e curte boa fase no Corinthians

Treinador driblou desconfiança da torcida e faz Corinthians viver sua melhor fase.

Futebol | Em 11/08/17 às 12h40, atualizado em 11/08/17 às 12h45 | Por Redação, com R7
Divulgação / Rodrigo Gazzanel
Carille comanda boa fase do timão

Os bons resultados no comando do Corinthians fazem com que Fábio Carille suba de patamar e passe a ser observado por treinadores e clubes com outros olhos. Se no fim do ano passado ele era apontado como um aluno de Tite e ex-auxiliar técnico, hoje é encarado como um exemplo de bom profissional, professor e alvo de cobiça por times que buscam na mudança de comando uma forma de se reerguer. Comente no fim da matéria.

Leia mais notícias de Esportes no Portal Correio

Recentemente, pelo menos dois clubes brasileiros e um da China sondaram a situação do treinador. O Atlético Mineiro, no fim do mês passado, antes de contratar Rogério Micale, chegou a entrar em contato com pessoas ligadas ao treinador corintiano para saber a sua situação. O mesmo aconteceu recentemente com o Flamengo, mas em ambos os casos Fábio Carille sequer aceitou abrir negociação e reafirmou o seu compromisso com o Corinthians.

Uma pessoa ligada ao treinador confirmou que houve uma sondagem e explica que os interessados nem conseguiram fazer uma oferta financeira. "Quiseram saber a disponibilidade dele sair do Corinthians, mas já foi cortada a conversa logo de cara. Ele já disse, várias vezes, que só deixa o Corinthians se for demitido e que está totalmente focado apenas no trabalho", explicou a pessoa, que pediu anonimato.

Situação parecida ocorreu em junho, pouco antes da partida do Corinthians contra o Grêmio, quando representantes de um time da China sondaram o treinador e também não conseguir ir adiante das conversas. A proposta seria de um salário pelo menos cinco vezes maior do que ele recebe atualmente. O interesse assustou o treinador.

O curioso é que, apesar de todo assédio e da excelente campanha no comando do Corinthians, Fábio Carille tem contrato só até dezembro e ainda não foi chamado para tratar da renovação. Pouco antes da decisão do Campeonato Paulista, ele recebeu aumento salarial, mas continuou com o vínculo só até dezembro.

A diretoria do Corinthians e o treinador parecem demonstrar tranquilidade sobre o assunto. A tendência é que a renovação de contrato ocorra sem grandes dificuldades, pois o interesse do acordo sair é recíproco. Embora a eleição para presidência do clube ocorra em fevereiro do ano que vem, a maior parte da oposição também entende que Fábio Carille é o nome ideal para a próxima temporada. Pelo menos por enquanto.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

Atenção

Fechar