Paraibano 2017

São Paulo Crystal e Nacional de Patos decidirão acesso em Guarabira

Por causa das condições de segurança do estádio Carneirão, em Cruz do Espírito Santo, a primeira recomendação da PM era fazer o jogo em questão com torcida única

Paraibano | Em 18/09/17 às 17h27, atualizado em 18/09/17 às 17h32 | Por Redação do Jornal Correio da Paraíba
Raniery Soares, do Jornal Correio da Paraíba
Reunião no Ministério Público para semifinal da Segundona

Nem em João Pessoa, muito menos em Cruz do Espírito Santo. Em reunião realizada nesta segunda-feira (18), no Ministério Público, o duelo entre São Paulo Crystal e Nacional de Patos acontecerá no próximo domingo (24), no estádio Silvio Porto, em Guarabira. Além dos dirigentes dos dois times, também estavam no encontro, representantes da Federação Paraibana de Futebol (FPF), MP Procon, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros.

Leia mais notícias de Esportes no Portal Correio

De acordo com a FPF, com a definição deste confronto, duas propostas serão discutidas esta semana, em relação às finais: 27 de setembro e 1º de outubro ou 1º e 8 do mesmo mês.

Por causa das condições de segurança do estádio Carneirão, em Cruz do Espírito Santo, a primeira recomendação da PM era fazer o jogo em questão com torcida única, mas a opção teve a discordância do Nacional de Patos, alegando que o São Paulo Crystal esteve presente na primeira partida e por isso, não seria justo a torcida do Verdão Maravilha ficar fora da ‘final antecipada’.

“O que venceu foi o bom senso. Sem uma definição, só quem perde é o futebol e nós também temos interesse que este campeonato tenha um desfecho, até porque já estamos convocando os clubes para discutirmos a Primeira Divisão. A PM e o doutor Glauberto [do Ministério Público] mediaram esta discussão e agora, vamos preparar tudo para conhecermos o segundo time classificado para a elite de 2018”, disse o presidente da FPF, Amadeu Rodrigues.

O promotor Glauberto Bezerra, que está interinamente respondendo pela Comissão de Prevenção e Combate à Violência nos Estádios, disse que o MP Procon vai fiscalizar o cumprimento do preço do ingresso, que ficou estabelecido em R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia), já que antes a diretoria do São Paulo Crystal havia definido o valor da entrada em R$ 100.

“O cidadão precisa ter direito, mas um valor desses não é nada democrático. Não permitiremos que seja mais do que R$ 30 e como o estádio de Guarabira sediou a outra semifinal, foi acordado pelos clubes que o jogo seja na mesma praça esportiva e se apresenta condições de segurança como atestou a polícia, por nós está decidido”, frisou.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

Atenção

Fechar