Estado autoriza licitação para recuperar barragens em três cidades; confira locais

38
0
COMPARTILHE

O governo do Estado autorizou a abertura de processo licitatório para a contratação imediata de empresa de engenharia para a recuperação das barragens Farinha, Chã dos Pereiras (Ingá) e Saulo Maia (Areia). Estes equipamentos hídricos apresentam problemas estruturais que carecem de reparos imediatos.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Na barragem Farinha, em Patos, no Sertão, a 307 km de João Pessoa, foram constatados alguns vazamentos sob a fundação do vertedouro, que, além de provocarem elevada perda de água, podem comprometer a estabilidade da barragem, o que seria prejudicial à população, caso ela viesse a romper. Com capacidade de acumulação de aproximadamente 26 milhões de metros cúbicos de água, o equipamento foi construído em 1975, objetivando o abastecimento de água da região polarizada pelo município de Patos, e nunca tinha passado por um grande processo de intervenção.

A barragem Chã dos Pereiras, em Ingá, no Agreste, a 96 km da Capital, também passa por problemas no vertedouro. Essa barragem possui capacidade de acumulação em torno de dois milhões de metros cúbicos de água, mas, devido ao longo período de estiagem, encontra-se vazia. O governo considera que este momento é oportuno para realizar serviços de intervenção no local, tornando-o apto ao recebimento de nova reserva de água.

Já a barragem Saulo Maia, localizada na cidade de Areia, no Brejo, a 130 km de João Pessoa, construída há cerca de 20 anos, não apresenta problemas no vertedouro, mas o sistema de drenagem é deficiente e possui erosões no maciço terroso provocado pela proliferação de formigueiros e cobertura de densa mata.

As três barragens citadas fazem parte da terceira etapa do Programa de Recuperação de Barragens implementado pelo atual governo, no ano de 2011. Dentro do programa já foram recuperadas 15 barragens na primeira etapa e 27 na segunda, totalizando 42 barragens, das 126 monitoradas pela a Agência Estadual de Gestão das Águas (Aesa). A gestão estadual já investiu no programa mais de R$ 18 milhões nas duas etapas anteriores e disponibilizará para a terceira etapa cerca de R$ 2 milhões.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas