Estado espera empr?stimos de US$ 540 milh?es do governo federal para novas obras

4
0
COMPARTILHE

O governo do Estado está aguardando a liberação de 540 milhões de dólares de três empréstimos externos, feitos com o aval do governo federal, para investir em novas obras na Paraíba. A revelação foi feita nessa quinta-feira (21) pelo secretário de Infraestrutura, Recursos Hídricos, Meio Ambiente e da Ciência e Tecnologia, João Azevedo, em entrevista ao programa ’27 Segundos’, da RCTV (Canal 27 da Net Digital).

Leia mais Notícias do Portal Correio

Dos recursos, US$ 250 milhões serão destinados à nova etapa do programa ‘Caminhos da Paraíba’, que pavimenta e recupera de novas rodovias no estado. Outros US$ 250 milhões irão para a Companhia de Água e Esgotos da Paraíba, para a Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado, para obras de saneamento básico e para sistemas de abastecimento e adutoras, incluindo a da Borborema.

Segundo informou o secretário João Azevedo ao canal por assinatura do Sistema Correio, os demais US$ 40 milhões serão investidos no programa Cooperar, responsável direto pela execução de políticas e projetos de desenvolvimento rural sustentável, focados na redução dos níveis de pobreza rural.

Os empréstimos são oriundos da Corporação de Andina de Fomento e Desenvolvimento da América Latina (CAF), com US$ 250 milhões; do Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD), com mais US$ 250 milhões; e os US$ 40 milhões do BIRD e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

O secretário João Azevedo garantiu que o montante será usado apenas em novas obras e que as já iniciadas estão com os recursos garantidos, como 16 rodovias que serão entregues ainda este ano, tirando municípios do isolamento.

Ele informou também os repasses do governo federal ao Estado estão diminuindo a cada mês, o que tem afetado a entrega de obras. Esse será o caso do canal Acauã-Araçagi, sistema adutor receberá as águas da Transposição do São Francisco a partir da barragem Acauã, localizada no município de Itatuba. A primeira etapa estava prevista para ser inaugurada em dezembro este ano, mas segundo João Azevedo, devido à queda no repasse, será terá um atraso ainda não previsto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas