Estudantes ameaçam entrar na Justiça contra aumento de passagens em João Pessoa

10
0
COMPARTILHE

Estudantes secundaristas e universitários se posicionaram contra o aumento da passagem de ônibus – que pode chegar até os R$ 3,40, de acordo com a Secretaria de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob-JP) – e avaliam até mesmo a possibilidade de entrar na justiça para tentar impedir o reajuste. Além disso, as entidades pretendem realizar protestos, mas ainda não há datas definidas.

Leia também: Semob-JP fecha tarifa de R$ 3,30 para ônibus e proposta segue para Luciano Cartaxo

Segundo o Correio Online, durante reunião realizada no começo desta semana, organizações e movimentos estudantis formaram uma comissão judicial para analisar a possibilidade de barrar o reajuste das passagens. Os mandatos dos vereadores Tibério Limeira, Sandra Marrocos e Marcos Henriques, além do da deputada Estela Bezerra, também estão apoiando as mobilizações, inclusive no âmbito legal. Além disso, uma nota assinada em conjunto pelas organizações dos estudantes e pelos parlamentares foi divulgada nesta semana.

Leia mais Notícias no Portal Correio

De acordo com o vice-presidente da Associação Paraibana dos Estudantes Secundaristas (Apes), Jônatas Silva, a data para o protesto não foi definida durante a reunião porque não se sabia a data da reunião do Conselho Tarifário. “Também queremos definir se será uma mobilização no dia da reunião, que será hoje, ou um ato maior na próxima semana. Em nossa opinião, há vários motivos para sermos contra o aumento da passagem. Um deles é a péssima qualidade dos ônibus. A demissão dos cobradores é outro, já que os motoristas assumiram dupla função. Esse vai ser o quarto aumento em dois anos, mas não vemos a diferença real na qualidade do transporte que, nas áreas periféricas, circulam ônibus sem porta, com cadeira quebrada e lotado. Somos contra qualquer tipo de aumento”, argumentou.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas