Ex-chef?o da Ferrari diz que estado de Schumacher ? ?doloroso?

0
COMPARTILHE

Atual presidente da FIA (Federação Internacional de Automobilismo), o francês Jean Todt foi um dos “chefes” de Schumacher na Ferrari, escuderia em que o alemão venceu cinco dos sete títulos mundiais. Recentemente, Todt falou sobre o estado de saúde delicado pelo qual passa o heptacampeão.

Leia mais notícias de Esportes no Portal Correio

Durante a Autosport Show em Birmingham, na Inglaterra, o presidente disse que dói ver o amigo nessa situação.

— Michael é diferente porque ele é como se fosse da minha família e, se você tem alguém que é como se fosse da tua família ou muito próximo de ti e está muito mal, é claro que é doloroso, e você tem de estar lá com a família. Hoje à noite eu vou estar lá por ele. Este é o lado ruim da vida.

Perguntado se o caso do alemão era parecido ao de Jules Bianchi, morto em 2015 depois de quase um ano de sofrer acidente, Todt disse que são situações diferentes.

— Diria que não dá para comparar. Sabia de Jules por meio do meu filho que era algo terrível, e é terrível perder alguém em um acidente.

Em estado vegetativo há quase dois anos, desde o fim de dezembro de 2013, Schumacher continua na luta pela vida na própria casa, transformada pela família em um hospital. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas