Ex-gerentes de resort de luxo da Paraíba são presos por fraudes de mais de R$ 2 milhões

5
0
COMPARTILHE

A ex-gerente geral de um resort de luxo do Litoral Sul da Paraíba, 52 anos, e o ex-gerente financeiro, 47 anos, foram presos durante uma operação das polícias Civil da Paraíba e de Goiás, suspeitos  desviar mais de R$ 2 milhões do estabelecimento. A ação policial começou nessa quinta (14) e foi encerrada nesta sexta-feira (15). O suspeito de fornecer notas de compras para o local também foi preso. A primeira parte da operação aconteceu em abril deste ano.

Leia mais Notícias do Portal Correio

Ao Portal Correio, o delegado Luiz Eduardo, que investiga o caso, revelou que as prisões ocorreram depois que a Justiça expediu os mandados de prisão contra os envolvidos. A mulher foi presa no Goiás e o ex-gerente financeiro foi preso em uma cobertura no bairro de Intermares, em Cabedelo, na Grande João Pessoa.

“Com essas prisões, a gente finaliza o inquérito. Os ex-gerentes, que são executivos trilíngues, tinham salários de mais de R$ 15 mil e confessaram a participação na fraude milionária. O caso vem sendo investigado desde 2010. Em abril deste ano, o ex-gerente foi preso, mas solto porque foi um mandado de prisão temporária, mas, agora, ficará por um logo período preso”, revelou o delegado.

Segundo Luiz Eduardo, os ex-funcionários solicitavam notas fiscais a fornecedores do resort com valores acima do de mercado. “Uma compra custava cerca de R$ 50 mil, por exemplo. Daí eles pediam nota fiscal no valor de R$ 80 mil. A diferença, os ex-gerentes dividiam entre eles”, revelou.

“Os suspeitos confessaram a prática dos desvios na fase de investigação policial e a intenção agora é fazer que os mesmos sejam responsabilizados pelos ilícitos praticados, bem como restituir à empresa que foi vítima da ação dos mesmos. Os suspeitos foram indiciados pelos crimes de estelionato e associação criminosa, tendo ambos já sido denunciados pelo Ministério Público, e responderão ao processo na comarca de Alhandra/PB”, avisou o delegado.

O ex-gerente financeiro será levado para a cadeia pública da cidade de Alhandra, Litoral Sul, e a mulher deverá ser transferida do Goiás para a Paraíba.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas