Ex-presidentes Lula e Dilma estarão na Paraíba

54
COMPARTILHE

Os ex-presidentes da República, Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, ambos filiados ao PT, participam neste domingo (19), de um ato político nos municípios de Sertânia, em Pernambuco, e em Monteiro, na Paraíba. O ato organizado pelo Comitê de Celebração das Águas do Rio São Francisco foi uma forma de petistas e simpatizantes limparem um pouco a barra dos ex-gestores em uma semana em que aparecem na lista de políticos do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

No início do mês, o presidente da República, Michel Temer (PMDB), e o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, acionaram as estruturas do Projeto de Integração do Rio São Francisco, no eixo Leste, que levará a água a torneiras de cerca de 35 mil pernambucanos na cidade de Sertânia e de 33 mil paraibanos, em Monteiro.

O Comitê de Celebração das Águas do Rio São Francisco na Paraíba garante que o ato é apenas uma celebração pela chegada das águas do ‘Velho Chico’ ao estado. Conforme a organização, em Monteiro, a partir das 13h, o ex-presidente Lula plantará árvores e depois seguirá, ao lado de Dilma, até o Centro da cidade, onde fará um pronunciamento aos presentes.

O ato contará com as presenças ainda do ex-ministro Ciro Gomes e dos governadores da Paraíba, Ricardo Coutinho; do Maranhão, Flávio Dino; do Piauí, Wellington Dias; da Bahia, Ruy Costa; e do Ceará, Camilo Santana. Sob a gestão do ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, o órgão investiu R$ 602 milhões no Projeto São Francisco. As águas do ‘Velho Chico’ percorrem 217 quilômetros do Eixo Leste do Projeto.

Vinda tem conotação política

Para o professor da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e cientista político, Lúcio Flávio, a vinda de Lula, Dilma e Ciro Gomes tem uma forte conotação política. Para o professor, foi Lula quem tirou do papel a ideia da transposição do Rio São Francisco do papel. “Desde o Império que se aventava essa solução, mas nenhum presidente a colocou na prática. Ele merece ter a paternidade do feito”, destacou.

De acordo com o presidente do PT na Paraíba, Charliton Machado, a previsão é que mais de 100 mil pessoas estejam na cidade de Monteiro para recepcionar os ex-presidentes. “Nada mais justo que os principais nomes na luta pela obra da transposição comemorem junto com a população”, disse.

Sobre a transposição, diferente do que aconteceu no governo Dilma, a maior obra de infraestrutura hídrica do País não sofreu contingenciamento financeiro nos últimos dez meses, já no governo de Michel Temer. O Ministério da Integração ampliou em 23% o volume de repasses para as obras do Eixo Leste, garantindo a entrega de trechos dentro do cronograma.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078. 

 

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas