Ex-secretários de Veneziano são condenados a pagar R$ 1,4 milhões pelo TCE-PB

18
0
COMPARTILHE

A 2ª Câmara do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) reprovou as contas do Gabinete do Prefeito de Campina Grande, no exercício 2012, e determinou a restituição, aos cofres do município, no prazo de 60 dias, o valor de 1.487,934,29. Os citados não foram localizados pelo Portal Correio para comentar o caso.


Leia mais notícias de Política no Portal Correio

Na reprovação das contas, é alegado que os gastos são referentes a despesas não comprovadas. Com isso, o débito deve ser pago pelos ex-secretários Ivaldo Medeiros de Morais e Júlio César de Arruda Câmara Cabral, além do ex-tesoureiro Rennan Trajano Farias. Na mesma decisão, todos eles foram multados em R$ 4 mil, cada envolvido.

A Câmara ainda imputou a Ivaldo Medeiros de Morais os valores de R$ 248 mil, ‘por excesso no pagamento de despesas’, e R$ 49 mil, dividida com a empresa Maranata Prestadora de Serviços e Construções Ltda, por ‘despesas insuficientemente comprovadas’.

Ainda durante a sessão, a 2ª Câmara aprovou as prestações de contas do Instituto de Assistência e Previdência do Município de Guarabira (exercício 2015), e do Fundo Municipal de Saúde de Santa Cecília, ano 2010.

Além disso, a 2ª Câmara concedeu prazo de 30 dias para que a ex-prefeita de Araruna, Wilma Maranhão, apresente justificativa e documentos relativos à compra, com suposto sobre preço, de um terreno para construções no programa Minha Casa Minha Vida.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas