Fim de semana tem chuva de meteoros e fenômeno é observado na PB; veja dicas para contemplação

4
0
COMPARTILHE

Está prevista para acontecer durante este fim de semana a chuva de meteoros Delta Aquarídeas. Estudos indicam que cerca de 20 meteoros poderão ser observados por hora. O fenômeno será visível em todo o planeta.

Leia também: Fotos retratam céu noturno no interior da PB e autores são premiados; veja galeria

Em cidades do interior, onde o céu costuma ser mais escuro e limpo, a visualização da chuva de meteoro é mais fácil. Na Paraíba, câmeras instaladas em Campina Grande, Princesa Isabel e João Pessoa registram o espetáculo da natureza. Veja vídeo mais abaixo.

Leia mais Notícias no Portal Correio

“A luminosidade do ambiente costuma interferir de forma negativa na observação, então é indicado para quem deseja contemplar uma chuva de meteoro procurar lugares com céu mais escuro”, aconselha o empresário e astrônomo amador Marcelo Zurita, da Associação Paraibana de Astronomia, ao apontar o Sertão como o lugar mais ideal para apreciação do fenômeno. 

De acordo com especialistas, o melhor momento para observar a Delta Aquarídeas é entre as duas e três horas da madrugada. Para quem está no hemisfério sul, como é o caso do Brasil, a visão promete ser ainda mais privilegiada. A dica para observar o fenômeno é olhar em direção ao Norte.

As chuvas de meteoro ocorrem quando a Terra cruza a órbita de um cometa. Quando é aquecido pela proximidade com o Sol, o corpo celeste perde pedaços. Os detritos se chocam com atmosfera exterior do planeta e se evaporam como meteoritos ou estrelas.

No caso do fenômeno Delta Aquarídeas, a ligação é com o cometa 96P/Machholz, que foi descoberto há 30 anos por um astrônomo amador. 

Imagens capturadas pela rede colaborativa de astrônomos profissionais e amadores Bramon mostram a chuva de meteoro Delta Aquarídeas na quarta (27) e quinta-feira (28) em estações de monitoramento na Paraíba. “Todas as noites registramos meteoros. Existem alguns que são de chuvas menores e outros que não pertencem a nenhuma chuva, que chamamos de esporádicos”, pondera Marcelo Zurita. Confira os registros no vídeo abaixo. 

 

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas