Foragido condenado a 61 anos de prisão é detido na Paraíba após denúncia anônima

5
0
COMPARTILHE

Um homem de 46 anos foi preso nesta sexta (8), em campina Grande. Ele já foi condenado pela Justiça por roubo, homicídio qualificado e roubo majorado e, segundo a polícia, os crimes totalizam uma pena de 61 anos de prisão em regime fechado.

Leia mais Notícias no Portal Correio

O homem estava foragido da Justiça desde 2012 e a primeira condenação dele foi em 1993. Depois de cumprir parte da pena, ele recebeu o beneficio do semiaberto e durante isso teria cometido mais um crime, sendo condenado mais novamente. Durante a segunda liberdade provisória, ele praticou o terceiro crime e desde então não voltou mais para o presídio. O nome dele foi parar no banco de dados de fugitivos de Campina Grande.

Uma ligação anônima feita esta semana para o número 197, o Disque Denúncia da Secretaria da Segurança e da Defesa Social (Seds), ajudou a polícia na descoberta do paradeiro do investigado. Segundo o denunciante, o homem estava escondido em um bairro de Campina morando com parentes. A informação foi checada e o foragido identificado. Para não levantar suspeitas que pudessem atrapalhar a prisão, policiais realizaram uma campana na área.

No início da tarde desta sexta-feira, os agentes de investigação viram quando ele entrou na casa da mãe localizada entre os bairros de Monte Santo e Bela Vista. Eles aguardaram observando a movimentação no local e depois entraram. Sem ter como escapar, o homem foi preso. Na delegacia, durante uma pesquisa no banco nacional de mandados de prisão, foi descoberto que ele é condenado a 61 anos de reclusão.

Depois de prestar depoimento, ele foi encaminhado para o Instituto de Polícia Cientifica (IPC) para fazer exame de corpo de delito. O homem está recolhido na carceragem da Central de Polícia de Campina Grande aguardando a audiência de custódia que vai determinar a transferência dele para um presídio da cidade.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas