F?rias do relator adia julgamento da Aije no TRE-PB contra o governador

0
COMPARTILHE

O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) adiou o julgamento da AIJE (Ação de Investigação Judicial Eleitoral) que pede a cassação do governador Ricardo Coutinho e estava marcado para a sessão desta quinta-feira (19). O presidente da Corte, desembargador João Alves, anunciou o adiamento ao informar que o relator do processo, desembargador José Aurélio da Cruz, entrou de férias.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

Segundo o presidente, na semana passada o relator afirmou que estaria presente à sessão, mas como entrou de férias, o processo precisa ser redistribuído. Por outro lado, o desembargador José Aurélio da Cruz, havia recebido um pedido de adiamento do advogado Marcelo Weick, que atua na defesa da vice-governadora, Lígia Feliciano, segunda acusada no processo.

O juiz Tércio Chaves de Moura será o substituto do relator na Corregedoria e, consequentemente, assumirá a relatoria da ação, que ainda não tem data marcada para voltar a ser julgada. O advogado da coligação A Vontade do Povo, Harrisson Targino, declarou que o adiamento não altera a confiança em que quando o processo voltar à pauta a Corte decidirá observando os fatos gravíssimos que comprovadamente são apontados nos autos.

O PSDB acusa o governador Ricardo Coutinho de abuso de poder econômico por beneficiar eleitores com renúncias fiscais que vão do perdão em dívidas com IPVA à anistia de multas relativas à inadimplência com o ICMS, num total de mais de R$ 153 milhões.

Em entrevista esta semana, o governador rebateu as acusações e disse estar tranquilo. “A Paraíba toda sabe quem comprou votos para se eleger”, rebateu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas