Genival Lacerda ganha homenagem em segundo dia do Festival de Quadrilhas

19
0
COMPARTILHE

Quem esperou para ver a passagem da penúltima quadrilha, a Flor de Mandacaru, atual campeã do grupo de acesso, se surpreendeu: do meio do pavilhão, no Ponto do Cem Réis, cruzava, conduzido pelo marcador, o próprio Genival Lacerda. O “Rei da Munganga” foi o homenageado da junina, que usou de algumas de suas músicas mais famosas (“Severina Xique-Xique”, “De quem é esse jegue?”, “Mate o véio”) como tema dos cenários e transformou os matutos brincantes em réplicas do artista.

Leia mais notícias de Entretenimento no Portal Correio

Do alto de seus 84 anos, Genival disse estar emocionado por ser homenageado por quatro quadrilhas diferentes neste ano. Ao fim do desfile, foi ovacionado pela multidão e recepcionado em cena por um “Jackson” e “Gonzagão” banhados a bronze cenográfico, uma referência às famosas estátuas da Campina Grande natal. “Grande artista, Genival Lacerda é o símbolo da irreverência e bom humor na música”, sintetizou o presidente da Flor de Mandacaru, Ricardo Félix.

O segundo dia do Festival Municipal de Quadrilhas soube equilibrar o visual mais rústico e tradicional das quadrilhas do grupo B com o estilismo das do grupo A. No fim, prevaleceu um espetáculo diverso, evidenciado pela garra dos brincantes e da produção. A junina Viana, de Cabedelo, por exemplo, apostou na valorização do folclore, com o boi, e conquistou a torcida. “São 20 anos sem nos desviar do foco de que é preciso lembrar ao jovem do nosso folclore”, reforçou Maria do Socorro Viana, a diretora, atenta aos últimos detalhes antes da apresentação.

Neste caldo criativo regional, entram em cena referências ao xaxado (como com a Aconchego, de Cruz das Armas, que trouxe a sua Marinês, ou o belo solo executado por uma Maria Bonita travestida na Cangaceiros do Sertão, de Mandacaru), as marionetes (com a Sacode Poeira, do 13 de Maio) e o artesanato (com a Macambira, de Cabedelo). As campeãs do Grupo A serão conhecidas nesta quinta-feira (18), após o último desfile, e as do grupo B, na sexta (19), às 15h, no Ponto de Cem Réis.        

Programação do Festival Municipal de Quadrilhas:

18 de junho (quinta-feira):

Horário

Quadrilhas do grupo B

Bairro/Cidade

19h

Nação Matuta, convidada

Valentina

19h35

Fazenda Lampião

Mangabeira

20h10

Raiz Nordestina

Valentina

20h45

Industrial

Bairro das Indústrias

21h20

Botijinha

Cruz das Armas

21h55

Pó de Serra

Mangabeira

22h30

Linda Flor do Sertão

Mangabeira

23h05

Nascer do Sol

Mangabeira

23h40

Zé Monteiro

Cristo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas