Gerv?sio diz que foi escanteado, mas n?o fala em deixar o PMDB

4
0
COMPARTILHE

O deputado estadual Gervásio Maia (PMDB) quebrou o silêncio de mais de 15 dias nesta segunda-feira (31) e falou sobre os problemas que vem passando dentro do PMDB. Segundo o parlamentar, ele está sendo “escanteado” e sofrendo “discriminação” pelos líderes da legenda. Apesar das mágoas, Gervásio ainda não esboça interesse de deixar o PMDB.

Leia mais notícias de Política do Portal Correio

“Eu tenho uma historia muito forte e raízes profundas no PMDB. Nunca tive outro partido. Seria uma precipitação muito grande de minha parte falar disso [de deixar o partido], mas eu tenho sofrido uma discriminação tremenda do PMDB”, disse o parlamentar em entrevista ao programa Correio Debate, da Rede Correio Sat.

O deputado começou a demonstrar insatisfação com o partido, quando diretórios municipais de cidades do interior mudaram de comando, segundo Gervásio, sem ele ter sido notificado das alterações. Outro problema bastante divulgado pela imprensa foi a cobrança do deputado para o cumprimento de acordo de revezamento na presidência do diretório de João Pessoa, negado pelo atual presidente, deputado federal Manoel Júnior.

“Temos uma instancia máxima que é executiva estadual e eu sou o 3º vice-presidente dessa executiva. Mas, eu não tenho sido notificado para participar das decisões do partido e como integrante da executiva deveria ser. Eu estou sendo escanteado. Sobre o acordo, ele existiu e ninguém nega”, reclamou.

Gervásio Maia não participou nesse domingo (30) da convenção municipal do PMDB da Capital que reconduziu Manoel Júnior a presidência. O evento teve a chancela do presidente da executiva estadual, senador José Maranhão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas