Grande Jo?o Pessoa registra dois homic?dios e duas tentativas em poucas horas

5
0
COMPARTILHE

A Grande João Pessoa registrou dois homicídios e duas tentativas entre o fim da tarde e a noite desta sexta-feira (14). Mortes ocorreram na cidade do Conde, na Região Metropolitana, e no bairro de Mangabeira, na Zona Sul da Capital. Tentativas aconteceram no bairro de Mandacaru, Zona Norte, e no município vizinho de Bayeux.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Conde

O primeiro caso foi registrado na Zona Rural do Conde. O corpo de um homem de aproximadamente 40 anos foi encontrado às margens de uma estrada de barro por uma pessoa que passava pelo local, por volta das 17h. A Polícia Militar foi acionada, assim como a Polícia Civil de Alhandra, que fica responsável pelas ocorrências da região.

A polícia relatou que o corpo, que apresentava marcas de tiros, já apresentava certa rigidez, o que poderia indicar que o crime teria ocorrido algumas horas antes. Até as 22h desta sexta, a vítima não havia sido identificada. Segundo um agente da delegacia de Alhandra, ninguém se apresentou como testemunha.

Após perícia feita por agentes do Instituto de Polícia Científica, o corpo foi direcionado para a Gerência Executiva de Medicina e Odontologia Legal, em João Pessoa.

Mangabeira

Por volta das 20h, um homem foi assassinado a tiros nas proximidades de um bar, no bairro de Mangabeira. Segundo o aspirante Thiago Silva, do 5º Batalhão da PM, o crime ocorreu em via pública e a vítima não havia sido identificada até as 22h.

“Testemunhas informaram que o autor dos disparos fugiu em um Celta de cor prata”, contou o aspirante. O criminoso era desconhecido e a polícia investigava o caso a partir das descrições do veículo utilizado.

Às 22h, o local do crime estava isolado para a realização de perícia e, após os trabalhos, o corpo também seria levado para a Gemol.

Mandacaru

Um jovem de 20 anos sofreu dois tiros, em um dos braços e nas costas. De acordo com oficiais da Unidade de Polícia Solidária de Mandacaru, ele foi socorrido consciente e orientado em uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, que o conduziu ao Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena. Aos policiais, ele relatou que desconhecia o autor dos disparos e que não sabia quais seriam as motivações para o ato criminoso. A instituição de saúde não havia divulgado detalhes do quadro clínico dele.

Bayeux

Um homem que consumia bebida alcoólica no Centro da cidade entrou em uma discussão com outro homem que, segundo a PM, desferiu um golpe contra ele usando uma garrafa. Os policiais desconheciam os motivos da briga. O Samu socorreu a vítima para o Trauma e o estado de saúde dela também não havia sido revelado. A PM disse que não tinha informações sobre o agressor.

Até as 22h, ninguém havia sido preso por participação nas ocorrências.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas