Grupo com fuzis faz arrastão em ônibus da PB que levava mais de 40 pessoas para AL

37
0
COMPARTILHE

Um ônibus que saiu de João Pessoa com mais de 40 pessoas foi assaltado, na madrugada deste sábado (14), ao passar nas imediações da cidade de Gameleira (PE), pela BR-101. O grupo formado por adolescentes do projeto social de futebol Femar seguia para uma competição em Alagoas.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Testemunhas informaram ao Portal Correio que o grupo foi abordado por pelo menos oito homens fortemente armados em dois carros, que efetuaram vários tiros para interceptar o ônibus. O motorista acabou sendo forçado a parar e os criminosos fizeram um arrastão no veículo.

Segundo testemunhas, eles levaram celulares, pertences e todo o dinheiro arrecadado por meio de doações e rifas. Os recursos iriam custear a viagem, incluindo a alimentação do grupo.

O sargento Robson Xavier, responsável pelo projeto Femar, seguia no ônibus. Ele explicou que estava desarmado e não pôde reagir, inclusive porque o bando estaria com espingardas calibre 12 e fuzis.

O assalto teria durado cerca de meia hora e os bandidos fugiram depois do crime. O ônibus seguiu para a Polícia Militar na cidade de Ribeirão (PE), mas não voltou para João Pessoa. O sargento Robson informou em vídeo no Facebook que manteve a viagem para não atrapalhar os interesses dos adolescentes no projeto, mas pediu ajuda para que eles possam voltar de Alagoas para a Paraíba.

“Nós vamos continuar porque eu não posso acabar com o sonho desses garotos. Nós vamos para a viagem, vamos fazer a competição. Chegando lá, eu converso com a coordenação [da competição]. Estamos sem alimento. Isso é vergonhoso! Que Brasil é esse?! Levaram tudo. Quero pedir seu apoio, sua ajuda”, disse o sargento, que também é técnico do time.

Até a publicação desta matéria, não havia informações sobre suspeitos do arrastão.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas