Grupo é preso em GO suspeito de aplicar golpe ‘Bença, tia’ na PB e em outros estados

210
0
COMPARTILHE

Paraibanos foram vítimas de um golpe chamado ‘Bença, tia’ praticado por bandidos do estado de Goiás. O golpe, descoberto por investigação da Polícia Civil goiana, era aplicado contra vítimas de outros estados do Brasil há pelo menos um ano. Doze suspeitos foram presos por participação no crime, nesta quarta-feira (8).


Leia mais Notícias no Portal Correio

De acordo com o investigador João Paulo, do Grupo de Repressão a Estelionato e Outras Fraudes (Deic) da Polícia Civil goiana, os suspeitos costumavam praticar o crime principalmente contra pessoas idosas, efetuando ligações de celulares se passando por familiares das vítimas.

“Eles ligavam para vários estados. Na ligação, antes de dizer qualquer coisa, eles falavam ‘bença, tia’. Essa fala deles levava as vítimas a questionar se quem estava ligando era um determinado familiar, pronunciando o nome e dando a deixa para os bandidos seguirem com o crime”, contou o policial.

Ainda segundo o investigador, se passando por familiares, os suspeitos alegavam que tinham acabado de sofrer um acidente ou que estavam precisando urgentemente de dinheiro para comprar algo, sensibilizando a vítima a realizar depósitos bancários.

“Eles nem faziam questão de solicitar quantias altas. Qualquer valor oferecido pelas vítimas era aceito, já que elas acreditavam estar ajudando um familiar. Com isso, acreditamos que o grupo tenha conseguido, pelo menos, R$ 50 mil com a fraude”, relatou o investigador.

Entre os presos com participação no golpe estão presidiários, familiares de presidiários e pessoas que respondiam, em liberdade, por outros crimes.

Ao Portal Correio, o investigador também afirmou que a participação de pessoas ainda não identificadas no golpe não foi descartada e que, por se tratar de um golpe praticado há pelo menos um ano, a polícia ainda não conseguiu determinar a quantidade de paraibanos vítimas dos suspeitos.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas