Hospital investiga suposta rela??o sexual entre servidores durante plant

17
0
COMPARTILHE

Uma troca de mensagens íntimas entre funcionários do Hospital Universitário Júlio Bandeiras, na cidade de Cajazeiras, no Sertão do estado a 468 km de João Pessoa, durante um plantão está sendo investigada pela direção da unidade médica. Os envolvidos são servidores terceirizados e trabalham com auxiliar de serviços gerais.

Leia mais Notícias do Portal Correio

O caso foi descoberto depois que ‘prints’ das mensagens via aplicativo de celular WhatsApp vazaram nas redes sociais. Em um dos trechos da conversa, o casal diz: “adorei o amor que agente fez. E quando vamos fazer aquela loucura novamente lá no hospital (sic)”.

O bate papo entre os funcionários se aprofunda e eles dizem: “Somos loucos. Próxima vez quero te pegar dentro da ambulância”. O assunto causou repercussão levando a direção abrir um processo administrativo para apurar a suposta relação sexual durante o plantão.

O diretor administrativo do hospital, Marcelo José Pinheiro, revelou que os servidores continuam exercendo a função até que a sindicância comprove alguma irregularidade durante exercício da função. Ele adiantou que foi realizada uma varredura no sistema de monitoramento de câmeras da unidade e nenhum problema foi detectado.

“Todo o hospital é monitorado por câmeras, exceto o banheiro. Até o momento, nada de irregular foi detectado. Mas, um processo administrativo foi aberto e até que seja concluída a apuração, os servidores terceirizados – que integram a parte de serviços gerais do hospital – trabalham normalmente. Após a publicação nas redes sociais, os funcionários ficaram em estado de choque. Já temos o nome de uma pessoa suspeita de divulgar nas redes sociais os prints para prejudicar o rapaz”, afirmou o diretor.

Leia nota divulgada pela direção:

”A Direção do Hospital Universitário Júlio Bandeira- HUJB, informa a comunidade em geral que, tomando conhecimento de fatos compartilhados em rede sociais envolvendo prestadores de serviços desta instituição, determinou de abertura de Processo Administrativo para verificar a veracidade das informações e que se for necessário, estará encaminhando o processo para apuração junto a Polícia Federal para outras medidas investigativas.

Informamos ainda, que dispomos de monitoramento 24 horas por dia através de câmeras em todos os setores, e que a segurança de nossos usuários e prestadores é medida constante desta administração”.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas