Inseguran?a ? desculpa?

9
0
COMPARTILHE

Afinal, os bancos são ou não responsáveis pela segurança das agências e seus usuários? Porque me parece algo dúbio. Se paga taxas, que pessoalmente considero exorbitantes, para manter a conta, em um ambiente eletrônico, mas os bancos não querem arcar com os custos de segurança.

Concordo que o poder público precisa e deve estar presente. Mas, até vai a linha que separa o público do privado. No caso do privado, se o banco não garante a segurança deve incluir nessa conta até mesmo os próprios funcionários. Ou não?

Na última quinta-feira, o Banco do Brasil anunciou fechamento de agências em três municípios da Paraíba. A alegação: insegurança. Que, para mim, parece muito mais uma otimização de espaços e serviços em cidades maiores e contenção de gastos travestidos de segurança. A insegurança é real, disso ninguém tem dúvidas, o dia a dia nos mostra. Agora, que os bancos podiam dar uma contribuição maior nesse bolo, disso eu tenho certeza.

O fechamento das agências repercutiu. A Assembleia Legislativa da Paraíba encaminhou nota à imprensa repudiando o posicionamento do Banco do Brasil. Na nota, a Casa Epitácio Pessoa “lamenta ainda que uma instituição, a exemplo do Banco do Brasil, use a justificativa da falta de segurança e, sem nenhum compromisso, finalize o atendimento nas três cidades causando um prejuízo para mais de 20 mil pessoas”. O mais complexo nessa história toda é que o consumidor tem que assistir a tudo isso, inseguro e impotente.

Na malhação

O que não faz uma campanha eleitoral. O deputado federal Wilson Filho foi visto na sexta-feira se exercitando em uma academia no Bairro dos Bancários. Sem demérito às academias da área, porque moro lá, posso atestar a qualidade, e adoro meu bairro. A questão é que o deputado mora na orla da Capital.

Areia 1

Como falei em artigo anterior, disciplinar é preciso. E quem nunca foi ao Parque Marinho de Areia Vermelha, que o faça neste domingo, e tire suas próprias conclusões sobre preservar ou não.

Areia 2

Acredito que os comerciantes possam, de forma consensual, continuar a atuar. Agora, cadeiras, mesas e churrasco na areia e no banco de corais, não dá.

Vermelha 1

“Imaginem decisão para permitir comércio de bebidas, alimentos, mesas, bares, na Mata do Buraquinho???? Civilidade e respeito ambiental, JÁ!”. Do governador Ricardo Coutinho, no Twitter.

Vermelha 2

E complementou: “O Parque Estadual Marinho de Areia Vermelha é uma necessidade amparada no respeito ambiental e na civilidade. Bom até para os que não gostam”.

Capitania dos Portos

O capitão dos Portos da Paraíba, Valdinei Ciola, vai credenciar profissionais da área médica, com especialização em Medicina do Trabalho ou Medicina do Tráfego, para realizar avaliação médica e psicofísica dos Práticos da Zona de Praticagem do Porto de Cabedelo. As inscrições podem ser feitas de 18 a 22 deste mês.

Banco do Brasil

O deputado Rômulo Gouveia (PSD) entrou em contato com a superintendência do BB na Paraíba para pedir que as agências de Serraria, Mogeiro e Cabaceiras não sejam fechadas.

Empenhado

O deputado Wilson Filho (PTB) também está empenhado no sentido de evitar o fechamento das agências do Banco do Brasil nas tês cidades paraibanas.

Trabalhos

O deputado estadual Edmilson Soares (PEN) declarou que o ano eleitoral não deve atrapalhar o andamento dos trabalhos na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB).

Permanência

A expectativa é que haja uma renovação de 50% nas cadeiras da Câmara de João Pessoa. Por isso, alguns vereadores já estão em campo para garantir a permanência.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas