Investigação paralela revela novos indícios sobre morte de padre no interior da PB

489
0
COMPARTILHE

O secretário de Segurança e Defesa Social da Paraíba, Cláudio Lima, recebeu, do deputado federal Luiz Couto (PT-PB), nessa sexta-feira (20), o resultado de uma investigação paralela feita pela família do padre Pedro Gomes, assassinado na casa paroquial na noite de 23 de agosto deste ano, no município de Borborema, no Brejo paraibano, a 132 km de João Pessoa. Acompanhado pela mãe, Creuza, e pelos irmãos da vítima, Geraldo, Carlos, Luiz, Manoel, Cláudio e Gláucia, o parlamentar solicitou a designação de um delegado especial, além de um promotor de Justiça para acompanhar o caso.

Leia também: Adolescente é condenado a internação de até três anos por ter matado padre da PB

De acordo com o material entregue por Couto ao secretário, as informações novas sobre o crime, obtidas pela família do sacerdote assassinado, apontam que a motivação do crime pode ter sido um empréstimo realizado por Pedro a pedido de uma pessoa próxima. Junto com a documentação relatando os motivos pelos quais os parentes acreditam que o homicídio não está elucidado, foram entregues a Cláudio Lima conversas do padre com a pessoa que lhe pedira o dinheiro, nas quais o religioso fazia cobranças na tentativa de reaver a quantia. “Eu quero é meu dinheiro”, queixava-se o padre.

O secretário recebeu a documentação e prometeu reunir a equipe responsável pelo caso para analisar os pontos conflitantes entre as informações levantadas pelos parentes de Pedro Gomes e a Polícia Civil.

Leia mais Notícias no Portal Correio

“Nossa intenção é esclarecer o que houve, de fato. Fui procurado pela família do Padre Pedro e intermediei o contato deles com o secretário. Acredito que essa informação do empréstimo não quitado é fundamental para que saibamos como o crime aconteceu. É provável que a motivação real do assassinato ainda não tenha vindo à tona”, disse Luiz Couto.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e veja nossos
vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à
Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas