Investigado por fraudar concurso é desclassificado e não assume cargo no TRE-PB

60
0
COMPARTILHE

O suspeito de ser aprovado de forma fraudulenta em um concurso do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) não vai tomar posse no cargo. A informação foi divulgada no começo da noite desta quarta-feira (18) pela Delegacia de defraudações e Falsificações de João Pessoa (DDF).

Leia mais Notícias no Portal Correio

Segundo a DDF, o suspeito iria ser nomeado seria nomeado nos próximos dias, mas as informações sobre as investigações da Operação Gabarito foram enviadas à Secretaria de Gestão de Pessoas do TRE-PB com um relatório completo com mais de 300 páginas de provas produzidas. Ele foi desclassificado.

A DDF informou que prossegue trabalhando na Operação Gabarito, principalmente para garantir que os membros já identificados (mais de 100 pessoas) não sejam nomeados não cargos em que foram aprovados e para garantir, ainda, que os beneficiados pelo esquema (já nomeados) sejam demitidos do serviço público, abrindo-se vagas.

A Operação Gabarito, da Polícia Civil da Paraíba, investiga um grupo suspeito de fraudar concursos públicos e vestibulares e lucrar ao menos R$ 18 milhões com a aprovação de mais de 500 pessoas.

As fraudes teriam começado em 2005 na Paraíba, em Pernambuco, Alagoas, Sergipe, no Rio Grande do Norte e no Piauí. São 98 pessoas investigadas e alguns nomes estão sob sigilo.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.
 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas