Irm?os s?o presos por tr?fico, homic?dios e amea?as contra moradores de comunidade na Grande JP

29
COMPARTILHE

Dois irmãos de 27 e 25 anos foram presos, na manhã desta quinta-feira (12), suspeitos de dominar o tráfico de drogas e aterrorizar os moradores da comunidade São Lourenço, na cidade de Bayeux. Eles também são suspeitos de pelo menos seis homicídios que ocorreram este ano no município.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Os suspeitos estavam em casa e com eles foram encontrados duas espingardas com numeração raspada, munições, uma máscara e um uniforme das forças armadas. Os dois presos e todo material apreendido foram apresentados na 6ª Delegacia Distrital, em Santa Rita.

De acordo com o comandante da 4ª Companhia Independente, capitão Túlio Ramalho, a operação foi deflagrada após os policiais receberem a informação de que chegava hoje uma encomenda de drogas para os dois comercializarem.

“O Núcleo de Inteligência de nossa companhia recebeu essa informação, fez um levantamento e descobriu onde era a casa em que eles estavam, trabalho que foi fundamental para localizarmos a dupla”, disse.

O oficial contou que as drogas teriam sido enterradas no mangue. “Nossas equipes estão realizando uma varredura no local para tentar encontrar as drogas, pois já é uma prática utilizada por traficantes no município, de enterrar as drogas para dificultar o flagrante”, contou.

Segundo informações levantadas pelas equipes da PM, os dois estabeleciam regras na comunidade, dando toque de recolher aos moradores, exigindo que motos só circulassem pelo local com os condutores sem capacete, além de várias outras normas impostas pelo tráfico.

“A comunidade é do povo e não admitiremos de maneira alguma que qualquer pessoa diferente do Estado estabeleça nelas suas próprias leis”, garantiu o capitão Túlio Ramalho.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas