It?lia desaconselha viagens a pa?ses afetados pelo Zika

31
COMPARTILHE

O Ministério da Saúde da Itália desaconselhou grávidas ou mulheres pensando em ter um filho a visitarem os países mais afetados pelo vírus Zika. O comunicado da pasta não menciona o nome de nenhuma nação, apenas fala em “adiar viagens não essenciais para essas áreas”.

Leia mais Notícias no Portal Correio

O governo recomendou também a mesma precaução para indivíduos afetados por doenças no sistema imunológico ou com graves patologias crônicas. “Ainda que a OMS [Organização Mundial da Saúde], até o momento, não recomende a aplicação de restrições de viagens ou movimentos internacionais às áreas ligadas à transmissão do vírus zika, é oportuno, com base em um princípio de extrema precaução, pedir a todos os viajantes que adotem medidas de proteção individual para prevenir picadas de mosquito”, diz o aviso do Ministério da Saúde.

Além disso, nos próximos dias, serão colocados em portos e aeroportos painéis informativos sobre a doença pedindo para os turistas que retornarem à Itália ficarem atentos a sintomas como febre, dores musculares e nas articulações, erupções cutâneas e conjuntivite.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas