Jornalista da 98 FM recebe men??o honrosa por duas s?ries em cerim?nia no Rio de Janeiro

6
0
COMPARTILHE

A jornalista Mislene Santos, da Rede Correio Sat, recebeu nessa quarta-feira (12), no Rio de Janeiro, troféu e certificado de ‘Menção Honrosa’ pelas séries de reportagem ‘Desafios do Recomeço’ e ‘À Margem’, no Concurso Jornalismo Cidadão – Radiotube 2015, organizado pelo Criar Brasil com o patrocínio da Petrobras através do programa Petrobras Socioambiental.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Na equipe de Mislene estão o sonoplasta Luiz Carlos Pingo (na edição de áudio) e a jornalista Eufênia Coelho (edição de texto e sonoplastia).

Além dos três finalistas na categoria rádio e três na categoria TV, a qualidade dos trabalhos levou o júri a deliberar pela concessão da Menção Honrosa para as produções de Mislene.

“Ter duas séries contempladas nesse prêmio é o reconhecimento de que o jornalismo do Sistema Correio está no caminho certo, levando aos ouvintes de todo o Estado o jornalismo cidadão comprometido em dar voz aos que estão emudecidos e marginalizados”, comemorou a jornalista.

“Nós resolvermos contemplar as duas séries pela qualidade dos trabalhos e pela coragem de uma emissora comercial inserir em sua programação temas ligados a cidadania e aos direitos humanos. Que o Sistema Correio continue a apoiar esse trabalho, que faz toda diferença na comunicação brasileira”, disse a coordenadora geral do Criar Brasil, Rosângela Fernandes.

O concurso tinha como objetivo premiar três áudios e três vídeos em português e um áudio em espanhol, compartilhados no Radiotube e que tenham como tema comunicação e direitos humanos. O objetivo é estimular a produção e reflexão sobre o assunto, contribuindo com a mobilização de comunicadores articulados através do Radiotube.

Série ‘À Margem’

A série especial “À margem” relata em quatro reportagens como está o mercado de trabalho para as travestis e transexuais. A primeira reportagem conta as histórias de Nicole, Luana e Cíntia que ao verem todas as portas se fecharem encontram na prostituição o único meio de sobrevivência.

Na segunda reportagem da série, Mislene Santos conta a história de Joana, uma travesti que encontrou na informalidade a única forma de sobrevivência, mas precisa trabalhar vestida de animal para fugir do preconceito.

A terceira reportagem apresenta algumas políticas públicas voltadas para inserção das travestis e transexuais na educação e no mercado de trabalho.

Na quarta e última matéria da reportagem especial ‘À margem’, Mislene Santos conta histórias de travestis que por meio do estudo e do trabalho precoce se tornaram exemplo da luta pela igualdade de direitos.

Série ‘Desafios do Recomeço’

A série especial ‘Desafios do recomeço’ conta a trajetória de mulheres que venceram o medo e deram um basta na violência doméstica. Mulheres que passaram anos sofrendo abusos dentro da própria casa e que conseguiram reconstruir suas vidas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas