Juiz manda soltar torcedores do Corinthians, mas proíbe ida a jogos do time

7
0
COMPARTILHE

O titular do Juizado Especial do Torcedor e dos Grandes Eventos, Marcelo Rubiolli, determinou nesta terça-feira (17) a substituição da prisão preventiva de torcedores do Corinthians por medidas cautelares de restrição. O grupo foi preso após um tumulto no estádio do Maracanã, no dia 23 de outubro do ano passado, antes da partida contra o Flamengo. Na ocasião, policiais militares que faziam a segurança no estádio ficaram feridos. Ao todo, são réus no processo 30 corintianos. Eles cumprem prisão preventiva no Complexo de Gericinó, na zona oeste do Rio de Janeiro.

Leia mais notícias de Esporte no Portal Correio

O juiz Marcelo Rubiolli determinou também a expedição dos alvarás de soltura e pediu agendamento da audiência de instrução e julgamento à Central de Assessoramento Criminal.

De acordo com o magistrado, as medidas cautelares impõem a cada réu o comparecimento ao juízo da comarca de domicílio para informar e justificar as suas atividades até o fim do processo. Os torcedores ficarão proibidos de comparecer aos jogos e outros eventos esportivos do Corinthians, seja o clube mandante ou não da partida, em todo o território nacional. Nos dias de jogo, os réus deverão permanecer nas delegacias de polícia distritais, chegando uma hora antes da partida e indo embora até meia hora depois do evento.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas