Juíza aceita denúncia e Marvin Henriques vira réu por mortes na Espanha

27
0
COMPARTILHE

A juíza Francilucy Rejane aceitou, nessa quarta-feira (30), denúncia e tornou réu o estudante Marvin Henriques Correia, de 18 anos, suspeito de dar dicas a Patrick Gouveia, assassino confesso de uma família paraibana na Espanha.


Leia mais Notícias no Portal Correio

Ao Portal Correio, a juíza afirmou que o pedido para que Marvin Henriques fosse considerado réu foi feito pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB), que aponta participação de Marvin na morte de Marcos Campos, que ele teria dado dicas e incentivado Patrick a completar a chacina.

“O pedido do Ministério Público foi analisado e optamos por aceitar a inclusão de Marvin Henriques como réu”, contou a juíza, que afirmou não poder dar detalhes sobre a decisão.


Marvin saiu da prisão

Na quarta-feira, Marvin Henriques foi liberado do presídio PB 1, em João Pessoa, após decisão da Justiça, que aceitou recursos da defesa do suspeito.

No entanto, Marvin Henriques segue sendo monitorado por tornozeleira eletrônica, deve ficar recluso em casa das 22h às 6h e tem a obrigação de se apresentar em cartório mensalmente.


Entenda o caso

Marvin foi preso no dia 28 de outubro em casa, no bairro Jardim Oceania, na Zona Leste de João Pessoa, pela Polícia Civil, por força de um mandado de prisão preventiva, que foi mantido durante uma audiência de custódia pela juíza Francilucy Rejane.

Durante entrevista coletiva, a polícia afirmou que François Patrick Gouveia, que está preso na Espanha e confessou a autoria das mortes, tirou ‘selfies’ após matar os parentes e as mandou para Marvin, em tempo real. Marvin foi preso após ser denunciado por um amigo que viu as fotos e conversas no celular dele.

O advogado de Marvin, Sheyner Asfora, contestou a versão da Polícia Civil paraibana e disse que o cliente não cometeu crime e não há como provar a participação dele no caso. Asfora falou que o jovem errou em não denunciar Patrick.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas