Justi?a pro?be shopping da PB de cobrar estacionamento para funcion?rios

16
0
COMPARTILHE

O Partage Shopping, em Campina Grande, não pode cobrar o valor de estacionamento para funcionários e terceirizados. A decisão é do Tribunal Regional do Trabalho da Paraíba (TRT) e foi divulgada nesta quarta-feira (22).

Leia mais Notícias no Portal Correio

A Ação Civil Pública foi movida pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) e acatada pelo juiz da 2ª Vara do Trabalho de Campina Grande, Marcelo Rodrigo Carniato.

O pedido foi feito pelo MPT a partir do resultado do inquérito civil instaurado contra o Shopping, e que constatou a cobrança dos valores pelos trabalhadores para a utilização do estacionamento, que antes era gratuita. A cobrança de valores para que os empregados tenham acesso ao local de trabalho configura uma ofensa ao princípio da alteridade contratual positivado pelo artigo 2º, caput da CLT.

Se o shopping descumprir a determinação, poderá ser multado em R$ 10 mil por funcionário prejudicado por cada funcionário prejudicado.

Por meio de nota, o Partage Campina informou que está cumprindo a determinação judicial.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas