Justiça nega pedido de Habeas Corpus de suspeito de explodir banco no Sertão da PB

De acordo com o que foi apurado pela polícia, homem é apontado como um dos principais integrantes da quadrilha que rouba bancos no Nordeste

0
COMPARTILHE

A Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Paraíba, em sessão realizada na tarde desta quinta-feira(28), negou, por unanimidade, um pedido de Habeas Corpus, em favor de um dos suspeitos de explodir uma agência bancária na cidade de Conceição, no Sertão paraibano, a 482 km de João Pessoa. 

O suspeito foi denunciado após o desencadeamento da “Operação Novo Cangaço”, deflagrada para investigar a prática de delitos de roubo, organização criminosa, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e dano qualificado.

De acordo com o que foi apurado pela polícia, o homem é apontado como um dos principais integrantes da quadrilha no eixo polarizado em Salgueiro e Cabrobó, municípios pernambucanos. Ele foi preso pela última vez em 16 de setembro de 2014.

O preso possui duas condenações, cujas penas somam aproximadamente 12 anos por crimes de roubo e formação de quadrilha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas