Justiça proíbe prefeito de reduzir aumento das passagens de ônibus; prefeitura recorre

COMPARTILHE

A Procuradoria Geral de Campina Grande recorreu à Justiça, nessa quinta-feira (12), da decisão da juíza Ana Carmen Pereira Jordão, que proibiu a prefeitura de diminuir o reajuste das passagens de ônibus que for aprovado pelo Conselho Municipal de Transporte Público.


Leia mais notícias de Política no Portal Correio

Com a ação judicial, a prefeitura fica impedida de reduzir o valor aprovado pelo Conselho Municipal de Transporte público da cidade, que é formado por representantes de várias instituições e de membros da sociedade civil. Se descumprir, a prefeitura será multada em R$ 1 mil a R$ 50 mil por dia.

“Com esse nosso recurso estamos visando manter o direito do prefeito de assegurar um valor mais baixo da tarifa para a população, algo que tem sido feito nos últimos anos sistematicamente”, explicou o procurador geral do município, José Fernandes Mariz.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas