Lei aprovada por vereadores pro?be celular e WhatsApp em reparti??es p?blicas, na Para?ba

0
COMPARTILHE

A Câmara Municipal de Sousa, no Sertão da Paraíba (a 438 quilômetros da Capital), aprovou por unanimidade o projeto de lei de autoria do presidente da Casa, vereador Aldeone Abrantes (PTB), que proíbe o uso de telefones celulares em repartições públicas do município. O Projeto de Lei ainda deve ser sancionado pelo prefeito André Gadelha (PMDB) para entrar em vigor

Leia mais notícias de Política do Portal Correio

O Projeto de Lei nº 08/2015 veda o uso de aparelho de telefonia celular em hospitais, casas de saúde, postos de saúde, instituições bancárias e financeiras, salas de aulas e conferências, casas fechadas de espetáculos, bibliotecas e também na própria Câmara Municipal.

De acordo com o vereador Aldeone Abrantes, o objetivo da lei é melhorar o serviço público, que, segundo ele, se dispersa bastante devido ao uso do celular no ambiente de trabalho e no horário do expediente.

A fiscalização da lei será de responsabilidade dos gestores dos estabelecimentos públicos e as pessoas flagradas descumprindo a regra poderão ser punidas com multa de R$ 200 UFIRs (Unidades Fiscais de Referência), o equivalente a R$ 542, e deverão ser retiradas da instituição com auxílio da segurança, guarda municipal ou até da Polícia Militar em caso de desobediência, conforme explicou o Aldeone Abrantes.

“A proposta visa melhorar o expediente. Com a lei fica terminantemente proibida a utilização de celular por funcionários em atendimento hospitalar e bancário. A norma é voltada principalmente para a vedação do uso das ligações telefônicas, do envio de mensagens e da utilização do WhatsApp em hospitais, no Samu, em Postos de Saúde da Família (PSFs) em agência bancárias”, justificou o parlamentar.

Para o vereador, o funcionário público tem como missão atender bem as pessoas. “Acontece que são práticas corriqueiras como o uso de celular por parte de servidores que acabam inviabilizando a atenção merecida às pessoas”, disse.

O vereador afirmou que a lei também é válida na Câmara Municipal, ou seja, os vereadores estão proibidos de utilizar os celulares no plenário da Casa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas