Leitores do Portal criticam lei que torna Uber clandestino e cobram legalidade do serviço

12
0
COMPARTILHE

Leitores do Portal Correio repercutiram no Facebook a chegada da Uber em João Pessoa. O serviço foi implantado na capital paraibana na quarta-feira (21) e já provoca conflitos com taxistas e órgãos públicos. A Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob) chegou a dizer o transporte será tratado como clandestino e motoristas correm risco de serem multados. O posicionamento gerou polêmica entre defensores do aplicativo, que reivindicam concorrência e opções de qualidade para locomoção na cidade.  Veja galeria com comentários mais abaixo.

Leia também: Motorista do Uber é multado e tem carro apreendido ao atender cliente, em João Pessoa

Um dos principais argumentos dos leitores é de que é necessário dar ao passageiro direito de escolha. Eles defendem mais concorrência no mercado e o fim de “abusos” por parte de taxistas, como cobrança de altos valores e mau atendimento. Houve também quem cobrasse das autoridades melhor serviço no transporte coletivo.

“Chega de serviços mal prestados por taxistas abusivos. Bem-vindo, Uber”, comemorou um internauta. “Boa parte dos taxistas nos tratam como se estivéssemos pedindo um favor a eles. Já o Uber é ótimo, os motoristas nos tratam com educação e valorizam nosso dinheiro”, argumentou outro.

“Semob, eu que pago e, se eu pago, tenho direito de escolher. Se acham ruim [o uber], então melhorem o serviço de ônibus”, reivindicou um leitor. “Alô, Semob, que tal ajudar o povo pessoense ao invés de atrapalhar?”, alfinetou outro.

Alguns leitores do Portal Correio também criticaram o fato de a Uber ser vista como uma empresa ilegal na capital paraibana. “Há anos os alternativos, que são ilegais, circulam pela Grande João Pessoa e quase nada se faz a respeito disso. Pegaram mania ou hábito de fazer protesto quando se fala em Uber”, observou um leitor. “Querem ver clandestinos? Vão ao Centro de João Pessoa e ao bairro Varadouro”, completou outro.

Uma lei municipal proíbe a operação do aplicativo na capital paraibana, mas a Uber diz estar amparada por uma lei federal que permite o serviço.

O serviço

Em João Pessoa, o Uber, trabalha com o tempo de chegada do carro ao local solicitado pelo passageiro em até cinco minutos. De acordo com Letícia Mazon, gerente de Comunicação da empresa, esse tempo pode ser maior nesses primeiros dias porque o serviço estará na fase de implantação.

A tarifa base para usar o Uber é de R$ 2,50. A partir daí, para cada quilômetro percorrido pelo veículo é acrescido R$ 1,20 e para cada minuto de demora do trajeto soma-se R$ 0,14. O cálculo do total a ser pago pode ser simulado direto no aplicativo. O cancelamento da corrida poderá ser feito sem nenhuma taxa se for feito de forma imediata, mas caso o deslocamento do veículo já tenha sido concluído, haverá uma cobrança de R$ 6, feita diretamente no cartão de crédito, como serão realizados todos os pagamentos.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas