Liberados dois suspeitos de envolvimento em fraudes de R$ 18,3 mi em licita??es na PB

31
COMPARTILHE

O desembargador federal Manoel Erhardt concedeu um pedido de liminar e de habeas corpus determinando a soltura de duas das dez pessoas presas na Operação Andaime, na tarde dessa segunda-feira (13). Os suspeitos estavam detidos no Presídio Regional de Cajazeiras (no Sertão paraibano), a 470 km de João Pessoa.

Leia também: Justiça mantém presos os 10 suspeitos de desviar R$ 18,3 mi em fraudes em licitações

De acordo com o advogado Paulo Santana, que entrou com o pedido, o empresário Mário Messias Filho e o engenheiro Jorge Viturino foram soltos na noite dessa segunda (13). Ainda de acordo com o advogado, outros seis pedidos de solturas foram ingressados na Justiça e serão analisados.

Leia Notícias do Portal Correio

A Operação Andaime foi deflagrada em uma ação conjunta do Ministério Público Federal, Controladoria Geral da União e Polícia Federal no dia 26 de junho deste ano e investiga uma quadrilha especializada em fraudar licitações em obras e serviços de engenharia de 16 prefeituras da Paraíba.

Estima-se que o grupo pode ter causado um prejuízo de R$ 18,3 milhões aos cofres de municípios paraibanos.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas