Litoral da Para?ba entra em alerta de ressaca e ondas podem chegar a 3m no fim de semana

22
0
COMPARTILHE

O Serviço Meteorológico da Marinha do Brasil emitiu nesta sexta-feira (17) um alerta de ressaca para o litoral paraibano. De acordo com o comunicado revelado ao Portal Correio pelo comandante da Capitania dos Portos da Paraíba, Valdinei Ciola, os banhistas precisam tomar cuidado nas praias, pois as ondas devem variar de 2,3 a 3 metros de altura.

Leia também: Chuva e ventania provocam acidentes nas rodovias e derrubam árvores em João Pessoa

“O litoral paraibano vai ficar em estado de alerta durante o fim de semana por conta dos ventos fortes que estão atingindo a região. Os banhistas devem ter cuidado para evitar a praia durante essas fortes ondas porque o mar fica agitado. A combinação dos fenômenos Maré e Ressaca pode provocar ondas de até 3 metros de altura”, avisou o comandante. Conforme Ciola, no início da manhã desta sexta foram registradas ondas de 2,3 metros de altura e está programa ondas fortes no fim da tarde desta sexta e neste sábado (18). 

Leia mais Notícias do Portal Correio  

Por conta das condições do tempo, a Capitania recomenda às marinas, clubes, entidades náuticas e colônias de pescadores alertarem aos seus associados para não irem ao mar antes do período de alerta. A Capitania dos Portos da Paraíba divulgou os números 0800-281-3071 e o WhatsApp (83) 99302-9204 em caso denúncia ou dúvidas.

Ainda segundo dados da Marinha, os ventos chegaram a 15 km/h no litoral paraibano, o que provocaram a queda de sete árvores em João Pessoa nas últimas 24 horas, conforme levantamento feito pela Divisão de Arborização da Secretaria de Meio Ambiente de João Pessoa (Seman).

“Da manhã dessa quinta (16) até o início da manhã desta sexta (17), das 300 mil que existem na área urbana da Capital sete árvores tombaram em João Pessoa em virtudes da chuva e dos fortes ventos, mas sem vítimas. Estamos em alerta para possíveis ocorrências. As quedas ocorreram nos bairros Centro (2), Jaguaribe (1), Cristo (1), Torre (1), Castelo Branco (1) e nas avenidas Beira-Rio (1) e Pedro II (1)”, revelou Anderson Fontes, chefe do setor de Arborização da Seman-JP. Em caso de queda de árvores a Seman disponibilizou o 3624-1680 para comunicar o fato.

Ainda sobre os ventos, a meteorologista Marle Bandeira, da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa), disse que a ocorrência está dentro do esperado. “Sempre nessa época do ano há rajadas de ventos fortes. Mas, está tudo dentro do esperado para a época”, disse. As chamadas chuvas intercaladas, que alternam períodos sem precipitação, devem continuar, nesta sexta-feira, no Litoral, Brejo e Agreste paraibano.

Mais ocorrências

As fortes chuvas das últimas 24 horas atingiram também algumas cidades do interior da Paraíba. Pitimbu, no Litoral Sul, a combinação da chuva e o vento provocou a queda de postes, alagamentos e a derrubada do muro de um estádio de futebol no distrito de Taquara. Houve queda de uma árvore na serra de Alagoa Grande, no Brejo. Não houve feridos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas