Luxemburgo é intimado na Justiça a pagar dívida com cassino de Las Vegas

0
COMPARTILHE

A Justiça novamente foi acionada para cobrar uma dívida do técnico Vanderlei Luxemburgo com o cassino Wynn, em Las Vegas, Estados Unidos, contraída em fevereiro de 2014, que ainda não teria sido paga em sua totalidade. O técnico acabou de ser demitido do Tianjin Quanjian e entrou em acordo para receber R$ 46 milhões como compensação.

Leia mais notícias de Esportes no Portal Correio

Segundo petição assinada na última terça-feira (14) e enviada à 34ª Vara Cível do Foro Central João Mendes, na capital paulista, faltam ser pagos ainda quase R$ 130 mil, referentes a duas parcelas. A informação foi divulgada pela ESPN, que publicou a cobrança do cassino, feita por meio do advogado brasileiro Antonio Celso de Dominicis Neves, em seu site.

“Tendo em vista que já se exauriu o prazo para o pagamento das duas parcelas restantes pelo executado, e tendo em vista que até a presente data não consta dos autos os comprovantes dos devidos pagamentos, é a presente para requerer a determinação da intimação do executado para que comprove nos autos os pagamentos tempestivos das parcelas, sob pena de multa”.

Segundo Antonio Carlos Sandoval Catta Preta, advogado de Luxemburgo, pode não ter ocorrido a quitação pelo fato de o técnico estar trabalhando na China nas datas das cobranças e o encarregado pelo treinador não ter feito o pagamento. Mas ele disse que a dívida será paga caso realmente ainda falte alguma quitação.

Após ser cobrado em julho de 2015, o treinador entrou em acordo em dezembro do mesmo ano, após ter pago 30% do valor. Mas faltavam ainda R$ 514.636,16, segundo a ESPN. O técnico pagou R$ 154.390,84 e ficou de quitar a dívida em seis parcelas de R$ 60.040,89, com correção monetária e juros moratórios.

O cassino, que organiza noitadas de pôquer, afirma que não recebeu as duas últimas e intimou o técnico a comprovar o pagamento ou quitar a dívida.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas