Mais cinco pessoas são condenadas por desvio de recursos do INSS na PB

10
0
COMPARTILHE

Mais cinco pessoas foram condenadas suspeitas de participar de uma organização criminosa voltada à prática de fraudes em benefícios previdenciários e empréstimos consignados. Os réus foram investigados na Operação Fanes, deflagrada em setembro de 2015. Segundo o Ministério Público Federal (MPF), essas são as últimas sentenças no âmbito da operação, que contou com apoio da Polícia Federal e do INSS.

Leia mais Notícias no Portal Correio

De acordo com o processo, os novos condenados agiram na cooptação de pessoas interessadas em obter benefícios por meio do esquema fraudulento. Depois de aliciar os beneficiados, os acusados recolhiam documentos pessoais e assinaturas e repassava o material para que outros membros da quadrilha formalizassem os empréstimos irregulares. No fim da transação, os recursos eram revertidos para a própria organização criminosa.

Duas rés foram condenadas a 7 anos de reclusão e 72 dias-multa. Os outros três acusados receberam pena de 3 anos e 6 meses de reclusão, além de 12 dias-multa. As multas impostas na última sentença da Operação Fanes, somadas, atingiram o patamar de R$ 25.531,20. Já o valor mínimo fixado para reparação dos danos causados pelos crimes contra o INSS, em decorrência do pagamento dos benefícios fraudulentos, alcançou R$ 1,4 milhão.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas