Mais de 12,5 mil portadores de deficiência devem atualizar biometria para ônibus em JP

262
COMPARTILHE

Uma parceria entre o Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros de João Pessoa (Sintur-JP) e a Fundação Centro Integrado de Apoio ao Portador de Deficiência (Funad) vai iniciar, nesta segunda-feira (23), uma atualização cadastral de biometria das cerca de 12,5 mil pessoas com deficiência, usuárias do sistema de transporte público de passageiros de João Pessoa.


Leia mais Notícias no Portal Correio

Segundo o diretor de Relações Institucionais do Sintur-JP, Isaac Júnior Moreira, a expectativa é que com a atualização dos dados haja correção de eventuais inconsistências nas informações.

Com a atualização cadastral, as pessoas com deficiência, que usufruem da gratuidade no transporte público, passarão a utilizar o sistema biométrico e poderão acessar os ônibus, normalmente, pela porta dianteira, bastando passar seu próprio cartão e fazer a leitura biométrica.

De acordo com o Sintur-JP, há casos que algumas pessoas com deficiências temporárias acabam adquirindo o direto a utilizar o transporte público sem custo e quando se recuperam não procuram o sindicato para excluir o cadastro.


Confira o calendário para atualização cadastral:

De 23 a 27 deste mês– usuários com iniciais A, B, C e D;
De 30 de outubro a 3 de novembro – usuários com iniciais E, F e G;
De 6 a 10 de novembro – usuários com iniciais H, I, K, L, N, O, P, Q e R;
De 13 a 17 de novembro – usuários com iniciais J;
De 20 a 24 de novembro – usuários com iniciais M;
De 27 de novembro a 1º de dezembro – usuários com iniciais S, T, U, V, W, X, Y e Z.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas