Manoel Júnior aconselha Lira a se afastar de Ricardo

44
0
COMPARTILHE

O vice-prefeito de João Pessoa, Manoel Júnior (PMDB), aconselhou o senador Raimundo Lira, do mesmo partido, a se afastar do governador Ricardo Coutinho (PSB). Para ele, o socialista é desagregador e tem deixado muitas “vítimas” pelo caminho. A afirmação de Manoel Junior é por conta da divisão que está ocorrendo no seu partido e que tem colocado Lira de uma lado e o presidente peemedebista, José Maranhão, de outro.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

“A última vez que conversei com Lira foi no Senado. Nós nos damos muito bem, somos amigos, temos uma relação fraterna. É uma figura que gosto e quero bem. Mas o senador Lira, eu até disse publicamente, precisa reconhecer que o governador muitas vezes estimula para dividir, já ceifou muitas pessoas e sem dúvida nenhuma deixou muitas vítimas pelo caminho. Se eu tivesse que dar um conselho, era este que eu dava”, afirmou durante entrevista ao programa Correio Debate, da rádio 98 FM/Correio Sat.

Segundo o Correio Online, toda a dissidência que está existindo no PMDB é uma prévia para a disputa de 2018 e, sobre esse assunto, Manoel Junior achou melhor adiar a discussão. Porém, ele não descartou o nome do prefeito da Capital para disputar um cargo no ano que vem.

“Seria uma idiotice não citar o nome de Luciano dentro de um hall de nomes que estão sendo cogitados para a disputa em 2018. Vamos ter a vaga de governador, vice, duas para o Senado, fora as suplências. A nossa aliança, que foi constituída no ano passado, foi vitoriosa. Precisamos acertar a administração, se acertamos, com certeza, nós iremos lograr êxito em 2018. O nome de Luciano, de Cássio, de Maranhão, de Lira, de Paulino, de Rui Carneiro, de Rômulo Gouveia, todos estes nomes estão no páreo. Mas no momento certo discutiremos isso. Agora é trabalho”, disse.

Futuro político

Com relação ao futuro político, Manoel Junior garantiu que a meta agora é cumprir seu mandato de vice-prefeito. “Na verdade, eu me elegi para ser vice-prefeito. Minha meta é cumprir o mandato de quatro anos, ajudando Luciano, interagindo com os secretários. Eu fui prefeito três vezes e minha função de prefeito foi a que mais me satisfez. Foi quando eu construí escolas, coloquei água tratada, fiz açudes, foi onde consegui me realizar cuidando das pessoas”, cravou.

Vice faz denúncia contra governo do Estado

Manoel aproveitou também a oportunidade para fazer uma denúncia contra o Governo do Estado. Segundo o vice-prefeito, há 15 meses o Estado não repassa verbas da saúde para a prefeitura, chegando a uma dívida de um pouco mais de R$ 5 milhões. “Aproveito a oportunidade, para solicitar ao governador, que repasse os 15 meses atrasados, que dá mais de 5 milhões de reais, do Samu da cidade de João Pessoa, das UPAS e da farmácia básica. Não só de João Pessoas, mas de vários municípios da Paraíba, eu falo em nome dos prefeitos, gestores de outros municípios. Simplesmente não paga e pronto. O município fica arcando com todas as despesas enquanto a participação do estado é zero”, finalizou.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas