Maranh?o acredita que protestos podem influenciar pol?tica e destaca agenda de Renan

4
0
COMPARTILHE

O senador José Maranhão (PMDB-PB) disse neste sábado (15) que acredita que os protestos programados para acontecer neste domingo em todo o país contra a presidente Dilma Rousseff e contra o PT, podem influenciar de alguma forma a cena política nacional. José Maranhão destacou também a agenda positiva proposta pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e classificou o ato como um passo importante para reduzir os efeitos das crises econômica e política.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

Sobre os protestos, o senador paraibano admitiu que as manifestações devem influenciar a cena política do País. “Naturalmente, que dependendo da intensidade, esses protestos podem exercer alguma influência na cena política no Congresso Nacional e até no Executivo, mas nós não sabemos até que ponto essas manifestações no Brasil inteiro, possam trazer um abalo nas instituições”, declarou.

Já sobre as 27 propostas apresentadas pelo presidente do Senado, Renan Calheiros, para enfrentar a estagnação econômica, Maranhão classificou a atitude de muito positiva e a viu como uma demonstração clara que o Legislativo não está alheio ao que acontece no País.

“Não se pode negar que o Brasil atravessa um momento de tremendas dificuldades, e a agenda positiva mostra que o Senado está preocupado com o que está acontecendo e que tem repercussão na vida política e econômica nacional. O PMDB, na pessoa do presidente do Senado, está procurando contribuir para encontrar uma saída para as dificuldades enfrentadas pelo País”, afirmou.

O senador José Maranhão participou nessa sexta-feira, 14, das solenidades de instalação das audiências de custódia em João Pessoa e de homenagem ao presidente do Supremo Tribunal Federal e do Conselho Nacional de Justiça, ministro Ricardo Lewandoswski, que aconteceram no Fórum Criminal e no Palácio da Redenção.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas