Merkel chama Brasil e Alemanha a responsabilidades internacionais

4
0
COMPARTILHE

A chanceler alemã, Angela Merkel, defendeu que Brasil e Alemanha assumam “responsabilidades internacionais” enquanto países com grande importância no mundo e que influenciem mudanças no cenário global, como a da reforma do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU), e no enfrentamento das mudanças climáticas.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

Dilma e Merkel encontraram-se nesta quinta-feira (20), em Brasília, para uma série de compromissos envolvendo consultas de alto nível entre o Brasil e a Alemanha, que preveem a realização de reuniões presidenciais e ministeriais a cada dois anos.

“Nós, enquanto quarta e sétima maiores economias do mundo, estamos prontos para assumir mais responsabilidades na reconfiguração do Conselho de Segurança [da ONU} e no desafio das mudanças climáticas”, afirmou Merkel. Ela discursou antes de almoçar, ao lado de Dilma e das equipes alemã e brasileira, no Palácio do Itamaraty. Antes tiveram uma reunião privada, após a qual Merkel anunciou a criação de um fundo de 500 milhões de euros destinado a questões climáticas.

Em sua fala, Dilma Rousseff celebrou o fato de Brasil e Alemanha lutarem por um “mundo de paz” e por uma governança mais representativa no âmbito global. Ela concorda com a necessidade de reforma do Conselho de Segurança da ONU e no cumprimento de diretrizes sobre a privacidade na era digital.

“É importante continuar e ampliar o sucesso e não ficarmos parados em face da insegurança, em nível internacional, de conflitos internacionais. Não cruzarmos os braços mas continuarmos nosso desenvolvimento. Essa é a expectativa dos nossos cidadãos”, declarou a chanceler alemã, antes de oferecer um brinde à presidenta brasileira.

De manhã, elas fizeram uma declaração conjunta que envolve a descarbonização da economia até o fim deste século. Na noite passada, as duas líderes tiveram um “jantar fraterno”, nas palavras de Dilma. Antes do brinde, Dilma convidou a chanceler alemã a vir ao Brasil no ano que vem, por ocasião dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro.

E fez uma brincadeira lembrando o último confronto entre as duas seleções de futebol, na Copa do Mundo do ano passado. “Não fazemos nenhum comentário sobre resultado de jogo nenhum”, disse Dilma, em tom bem-humorado. Os brasileiros foram derrotados pelos alemães por 7 a 1 na semifinal da copa, que foi disputada no Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas