Minist?rio da Sa?de prorroga campanha de vacina??o contra gripe at? sexta-feira

0
COMPARTILHE

O Ministério da Saúde (MS) vai prorrogar a campanha de vacinação contra a gripe até a próxima sexta-feira (12). A meta na Paraíba é vacinar 80% do público alvo, mas até esta sexta-feira (5), 73,36% dessas pessoas haviam sido imunizadas, o que corresponde a 624.281, de um total de 850.986 pessoas. No país, o MS informou que 35,9 milhões de pessoas já foram vacinadas, o que corresponde a 73% do público-alvo.

Leia mais Notícias no Portal Correio

A campanha é direcionada para crianças de 6 meses até menores de 5 anos, pessoas com 60 anos ou mais, trabalhadores de saúde, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto). As pessoas portadoras de doenças crônicas não-transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais também devem se vacinar. Para esse grupo não há meta específica de vacinação.

A vacina está disponível nos postos de saúde desde o dia 4 de maio, e protege contra os três subtipos do vírus da gripe determinados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para este ano (A/H1N1; A/H3N2 e influenza B).  Para se vacinar, as pessoas podem se dirigir à Unidade de Saúde da Família mais próxima de sua residência, de segunda à sexta, das 8h às 17h.

A vacina é contraindicada para pessoas com história de reação anafilática prévia em doses anteriores, bem como a qualquer componente da vacina ou alergia grave relacionada a ovo de galinha e seus derivados. Em doenças agudas febris moderadas ou graves recomenda-se adiar a vacinação, até a resolução do quadro, com o intuito de não se atribuir à vacina as manifestações da doença.

Categoria de risco clínico 

Confira abaixo a relação das doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, que compõem o público alvo da campanha, de acordo com o Ministério da Saúde. Para ser imunizada a pessoa, que se enquadrar em alguma destas categorias, deve apresentar receita médica.

Categoria de risco clínico

Indicações

Doença respiratória crônica

Asma em uso de corticóide inalatório ou sistêmico (Moderada ou Grave),Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC)
Bronquiectasia,
Fibrose Cística,
Doenças Intersticiais do pulmão,
Displasia broncopulmonar,
Hipertensão arterial Pulmonar,
Crianças com doença pulmonar crônica da prematuridade

Doença cardíaca crônica

Doença cardíaca congênita,Hipertensão arterial sistêmica com comorbidade,
Doença cardíaca isquêmica,
Insuficiência cardíaca.

Doença renal crônica

Doença renal nos estágios 3,4 e 5,Síndrome nefrótica,
Paciente em diálise.

Doença hepática crônica

Atresia biliar,Hepatites crônicas,
Cirrose.

Doença neurológica crônica

Condições em que a função respiratória pode estar comprometida pela doença neurológica,Considerar as necessidades clínicas individuais dos pacientes incluindo: AVC, Indivíduos com paralisia cerebral, esclerose múltipla, e condições similares,
Doenças hereditárias e degenerativas do sistema nervoso ou muscular,
Deficiência neurológica grave.

Diabetes

Diabetes Mellitus tipo I e tipo II em uso de medicamentos.

Imunossupressão

Imunodeficiência congênita ou adquiridaImunossupressão por doenças ou medicamentos

Obesos

 

Trissomias

Sindrome de down

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas