Morte de agente e habeas corpus causam comoção e revolta no Facebook do Portal Correio

62
0
COMPARTILHE

O habeas corpus concedido pelo desembargador Joás de Brito Filho a Rodolpho Carlos da Silva, suspeito de atropelar e causar a morte do agente Diogo Nascimento, que trabalhava na Operação Lei Seca do Departamento Estadual de Trânsito da Paraíba (Detran-PB), gerou críticas dos leitores na fanpage do Portal Correio no Facebook. Nessa quinta-feira (26), o debate nas redes sociais foi ampliado após a Polícia Civil pedir novamente a prisão de Rodolpho, com parecer favorável do Ministério Público da Paraíba (MPPB).

Leia também:

Polícia expede novo pedido de prisão para suspeito de matar agente; MP é favorável

 Record TV repercute caso de agente morto em João Pessoa e com suspeito solto; vídeo

Nos comentários das matérias relacionadas ao caso, os leitores questionam a parcialidade da decisão do desembargador e correlacionam o fato do suspeito ser filho de empresários com o habeas corpus.


Leia mais Notícias no Portal Correio

“Advogado de pobre procura juiz pra ceder habeas corpus de tarde é difícil de encontrar. O advogado do acusado (sic) procurou tarde da noite e achou ligeiramente como conseguiu (sic) o habeas corpus”, citou um dos leitores.

Em outro comentário, um leitor se referiu à atitude do desembargador, em conceder o habeas corpus ao suspeito, como complacência com o crime. “Um desembargador, um criminoso, uma vítima e uma sociedade que é zombada nos palácios da justiça, vergonhoso, a atitude deste complacente com o crime”, criticou um leitor.

Em mais um dos comentários registrados nas matérias sobre o caso, uma leitora faz referência ao fato de Rodolpho Carlos da Silva ser rico, suspeito de crime e estar solto, enquanto suspeitos pobres não recebem habeas corpus em crimes parecidos.

“Infelizmente não vai dá (sic) em nada o dinheiro falou muito alto nesse caso assim como é em todos os casos onde o assassino é rico e a vítima pobre. Aqui e (sic) assim manda quem tem dinheiro e obedece quem é pobre”, falou a leitora.

A prisão preventiva de Rodolpho foi decretada, mas rapidamente revertida após o desembargador assinar um habeas corpus. O suspeito de atropelar e matar o agente não chegou a ser preso.

Os comentários são inúmeros e tomaram conta das postagens. Veja abaixo alguns registrados pelos leitores.

Leitores questionam habeas corpus de Joás de Brito

Foto: Leitores questionam habeas corpus de Joás de Brito
Créditos: Reprodução/Facebook

Leitores questionam habeas corpus ao suspeito de matar agente

Foto: Leitores questionam habeas corpus ao suspeito de matar agente
Créditos: Reprodução/Facebook

Leitores cobram justiça na morte de Diogo Nascimento

Foto: Leitores cobram justiça na morte de Diogo Nascimento
Créditos: Reprodução/Facebook

Leitores questionam habeas corpus de Joás de Brito

Foto: Leitores questionam habeas corpus de Joás de Brito
Créditos: Reprodução/Facebook

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas